sexta-feira, março 13, 2009

SEMENTES DE RAPADURA

Entreguei as sementes de rapadura ao Seu Antônio, meu porteiro, que sorrindo me respondeu:

- Seu Francisco, acho que dá engenho!

Deu! Ou mais ou menos!

Ele me trouxe dias depois um pedaço da batida que tinha nascido das sementes que eu havia lhe dado. Batida é uma rapadura mais molinha, parece doce de leite, coisa de Paraíba dos Sumpaulos que já não tem dente para quebrar a rapa.

- Como é que essa batida nasceu, Seu Antônio? - perguntei curioso.

- Ora essa! E lá nasce rapadura nessa terra, o máximo que suas sementes produziram foram essa batida de cana.

Seu Antônio tinha razão. Nessas terras do sul, sementes de rapadura que dão batida já tá de bom tamanho.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply