terça-feira, junho 30, 2015

"Mira la notche"!

Olha pro céu, cante pra noite
Vem ver estrelas que são planetas
Vem ver planetas
Com todas as cores
Vênus - o amor
Seduz o Grande Jupiter
E a lua com ciúmes
Brilha com tudo
E nesse triângulo
Escreve o poeta
Lembrando aos leitores
"Mira la notche"!

Kenyan Boys Choir - Homeless

Só para iniciados em boa música:


segunda-feira, junho 29, 2015

Castelo de Cartas

Relacionamentos são castelos de cartas.

Quem já construiu um castelo de cartas sabe da sutileza que é equilibrar bem cada carta para que o castelo permaneça em pé. 

Uma carta mal colocada, uma distração e todo castelo vem abaixo. 

Sim, castelo de cartas são para todos, mas nem todo mundo consegue ter paciência para tentar de novo e de novo e de novo, até o castelo ficar pronto. A maioria é especialista em começar os castelos e deixar pela metade, muitos não passam da segunda carta.

Porém, só quem já derrubou muito castelo; quem já se atrapalhou com muitas cartas, sabe o valor de cada uma delas e por isso, quando tem a chance de construir um novo castelo, cada carta recebe a devida atenção e conseguimos com muito esforço manter um castelo de carta por mais tempo. 

Tudo isso vale também para os relacionamentos. 

Uma palavra pode fazer ruir todo um relacionamento. 

Um ataque de ciúme indevido, uma ausência mal explicada, um silêncio prolongado ou uma palavra mal colocada faz todo castelo ceder, todo relacionamento quebrar. 

Relacionamentos são castelos de cartas. 

Sutis, complexos e também cheios de aprendizados e prazer. 

Só quem ousa construir um relacionamento e manter firme o seu castelo sabe da riqueza que se extrai do se relacionar com um outro; só quem sabe o orgulho que se dá ao manter um castelo de cartas em pé, pode dizer o quanto melhor ficamos quando aprendermos a ceder e a conheSer a escola que é não apenas amar, mas também se deixar ser amado.


quarta-feira, junho 24, 2015

Mil Razões contra UMA

Tenho mil razões para SAIR do Brasil e UMA razão suficiente para ficar: família! 

E família, no meu caso, envolve também os meus amigos, os meus alunos e toda gente boa que luta duro para fazer desse país um lugar melhor...apesar de tudo que nos empurra para abandonar esse barco.

terça-feira, junho 23, 2015

Alegria ou Tristeza?


Alegria ou Tristeza?

As duas! Alegria demais nos deixa cego para a realidade, a tristeza nos faz refletir e limpar de lágrimas aquilo que parece nos machucar. Crianças entendem muito bem essa lição; adultos precisam se reciclar e relembrar o quanto eram saudáveis emocionalmente.

Divertida e Curiosa é a Mente da gente, né?

segunda-feira, junho 22, 2015

O cupido educador

No impossível da minha missão que é ensinar meu povo a ter educação, recordo que todo educador sente a dor de nunca saber se a sua flecha foi realmente acertada e mesmo assim, continuar atirando conhecimento para quem sabe, ao menos, perceber em meus alunos os sinais de uma inteligência mais encantada e sagaz, sem perder o dom de se perder na imaginação jamais.


sexta-feira, junho 19, 2015

Ícaro para Buda

Somos Só Um 

Olhando aqui dentro 
Em perfeito silêncio 
Meditando no sentir 
Vejo um Buda sorrir 

O Buda é a lembrança 
A divina fragrância 
Que nos desperta para a luz
A nossa interna luz 

A luz é o espelho 
Perfeito reflexo 
Do que habita em mim 
E do que também habita em ti

Quando cessa o medo
O encontro é perfeito 
E aceitamos que todos somos um 
Todo somos 
Somos Só um

quinta-feira, junho 18, 2015

DESISTINDO

Hoje deu vontade de largar tudo.

Engatilhado numa palavra, escondido numa ação, o fim de um sonho esperava ansioso por minha decisão.

Não que eu estivesse indeciso, pelo contrário, há tempos venho pensando em deixar toda essa jornada para trás; jornada essa que me levaria para casa se eu permanecesse trilhando-a.
Eu queria o futuro agora, o tesouro no começo do arco-íris, o destino sem a jornada; porém ali, diante do fim de um sonho, não consegui desistir.

Por toda a minha vida tenho deixado as coisas pela metade.

Qualquer pessoa que quisesse me encontrar antes, era só seguir o rastro das coisas não terminadas que deixei para trás: o livro que não terminei de escrever, o Cd que comprei e que nunca ouvi, o perdão mal desculpado, e a lista segue longa, dando a volta ao mundo dos sonhos não alcançados, porque desisti a um passo de realizá-los.

Não há novidade no "nada vem fácil", mas, às vezes, um sonho custa muito e a gente realmente se pergunta se vale a pena lutar por ele.

"Para fulano vem tão fácil" - a gente pensa até compreender que fulano não precisa aprender nada com isso, a gente sim.

Mas quem disse que a gente ouve o bom senso, encara a lucidez ou segue a razão, quando quer desistir? Não. Desistir dá alívio imediato e deixa a gente pronto para investir no próximo sonho, na próxima batalha, e lá vai ficando para trás outro trabalho mal feito, outra luta mal lutada e a oportunidade de escapar desse ciclo de coisas não terminadas.

Hoje deu vontade de desistir de tudo, na palavra engatilhada, na ação escondida, e na decisão que o sonho quebrado tanto aguardava; mas, vi por trás do véu, que continuar quebraria esse ciclo, e fazendo isso, eu daria um passo gigantesco para frente no mundo de quem até então só seguiu para trás.

Minha casa não vai sair do lugar, o futuro continua me esperando no próximo segundo, e o meu tesouro não é o sonho realizado, mas a minha capacidade de seguir adiante “E SER FELIZ, COM SONHO REALIZADO OU NÃO!”

quarta-feira, junho 17, 2015

CRIANÇAS DE OXALÁ

Sinto vontade - não necessidade - e vou orar. 

Diante do meu altar, vejo a imagem de Jesus e minha consciência sobe escadas, voa alto em direção às estrelas. E, na velocidade da sintonia, ela chega ao Amor Inicial, esse Mar de Compaixão que o meu amigo e professor Wagner Borges chama de Primeiro Amor, um Amor que toca não só o meu intelecto, mas, também, cada célula do corpo que visto. 

Sorrio! Estou, nesse momento, na frequência de Cristo, e medito...
Medito na Causa Inicial, em como e o quanto precisamos de avatares*, deuses em imagens e madeiras para nos conectarmos com essa Energia Divina Criadora, que não tem rosto nem forma, pois tem a cara do Amor. 

Vejo essa imagem de Jesus na minha frente e percebo o quanto preciso dela, pois a minha consciência é gotinha dentro desse oceano que é o Grande Criador. E, mesmo sendo desse tantinho assim, percebo que o Criador manda o seu Amor e não se esquece de mim. 

E eu sei que, se um dia eu esquecer novamente que Ele está aqui dentro do meu peito, Ele ficará bem quietinho, pacientemente, esperando o dia do meu despertar.

Se eu dormir, Oxalá que não demore muito para eu acordar...

Penso em meus irmãos de todos os credos pelo mundo e nos diversos nomes que usamos para a manifestação desse Amor (Jesus, Krishna, Buda, Xangô, Jah, Jeová, e outros luminares), e de como revestimos Sua Essência com as imagens dos nossos avatares, como se não existisse algo além.

Medito no nosso apego pela forma e nas palavras que utilizamos para construir sinônimos do Divino em nossas mentes, e em como isso nos aprisiona num nível infantil do entendimento da Divindade e da nossa Espiritualidade. Daí, recordo-me de Ramakrishna** em busca da Mãe Divina em todas as religiões e encontrando-A em cada uma delas. O Sábio Santo sabia que a Mãe Divina estava por trás de cada uma das faces que via e também sabia que todas elas eram faces da Grande Mãe. Para que todos nós, mesmo ainda crianças em entendimento da nossa origem divinal, pudéssemos nos aproximar, perceber e nos sintonizar com o Amor Inicial. 

Sentindo esse Amor puro entrar pelo topo da minha cabeça*** e descer por todo o meu corpo, abro as mãos, como se elas fossem cachoeiras, e deixo o amor que recebo fluir para o mundo inteiro. Não tenho a menor idéia se isso é apenas coisa da minha cabeça, mas alguma parte dentro do meu coração ri, só em imaginar que esse Amor que flui pelo meu Ser pode mesmo alcançar o peito de quem nem conheço e fazê-lo sorrir também.

Sentindo que chegou o momento, vou terminando a oração e abro os olhos.

- Obrigado Jesus! – digo à imagem que vejo à minha frente, que, provavelmente, é bem diferente da fisionomia daquele Jesus que um dia pisou na Terra. Mas isso pouco importa... O importante é o significado que dou a ela e o poder que lhe dou para que exerça essa ligação com o Amor em mim.

P.S.:
- Você não vai meditar? – ela pergunta, enquanto eu a abraço. 
- Mas eu já estou meditando, respondo. 
Meditamos toda vez que focamos a nossa consciência em algo ou alguém, já dizia o sábio guru do amor, pois, quando estou com você presente, minha consciência não foge para o futuro, nem se esconde no passado, ela repousa em você, no nosso amor. E, meditando nisso, ocorre a mágica da meditação real: quando fazemos algo bem feito, esse algo se multiplica e se interliga com tudo ao nosso redor. 

São Paulo, 26 de setembro de 2009.

- Nota de Wagner Borges: 
- Notas do Texto:
* Avatar – do sânscrito - emissário celeste; canal da divindade.
** Paramahamsa Ramakrishna: mestre iogue que viveu na Índia do século XIX e que é considerado até hoje um dos maiores mestres espirituais surgidos na terra do Ganges. Para se ter uma idéia de sua influência espiritual, posso citar que grandes mestres da Índia do século XX se referiram a ele com muito respeito e admiração, dentre eles o Mahatma Ghandi, Paramahamsa Yogananda e Rabindranath Tagore.
*** Topo da cabeça: área de ação do Chacra Coronário, que é o centro de força por onde entram as energias celestes. É o chacra responsável pela expansão da consciência e pela captação das idéias elevadas. É também chamado de chacra da coroa. Em sânscrito o seu nome é “sahashara”, o lótus das mil pétalas. Está ligado à glândula pineal. 
Obs.: A pineal é a glândula mais alta do sistema endócrino, situada bem no centro da cabeça, logo abaixo dos dois hemisférios cerebrais. Essa glândula está ligada ao chacra coronário, que, por sua vez, se abre no topo da cabeça, mas tem a sua raiz energética situada dentro dela. Devido a essa ligação sutil, a pineal - também chamada de “epífise” - é o ponto de ligação das energias superiores no corpo denso e, por extensão, tem muita importância nos fenômenos anímico-mediúnicos, incluindo nisso as projeções da consciência para fora do corpo físico. 
(Chacras - do sânscrito - são os centros de força situados no corpo energético e que têm como função principal a absorção de energia - prana, chi - do meio ambiente para o interior do campo energético e do corpo físico. Além disso, servem de ponte energética entre o corpo espiritual e o corpo físico.)

terça-feira, junho 16, 2015

A LIÇÃO DE CHICO


Fui além do aquário e nadei com os peixinhos no mar, embriagando-me com a aquarela de cores; ver os cardumes mostrou-me que a vida continua em qualquer lugar.

A cada braçada dentro da água, mais eu observava o quanto é talentoso esse Criador das estrelas, e o quanto é tolo o homem que acredita que é dono do planeta.

Fui além da gaiola e voei com os pássaros soltos no ar. A liberdade de estar por lá, mostrou-me o quanto é triste o canto dos passarinhos em cativeiro, gritando aos seus donos sobre a saudade de voar.

A cada mergulho no ar, a cada pirueta que dava, mais fascinado eu ficava pelas aves que por mim passavam, batendo suas asas no azul infinito sem parar.

Basta um momento no meio do mar, um segundo no ar ou um instante na floresta, para perceber o quão pequenos somos em meio à vastidão e a diversidade da vida que há na Terra.

Por isso, quebrei o aquário e soltei os pássaros que haviam na gaiola; a ignorância ficou pesada demais para carregar e, no lugar, surgiu esse respeito pelos bichos, que acredito ser o que aquele sujeito chamado “Chico” tanto queria nos ensinar.

P.S.: Esse texto é dedicado aos dois Chicos que tanto lutaram para ensinar ao povo sobre os animais e o meio-ambiente: Francisco de Assis, séculos atrás, e Chico Mendes, há bem pouco tempo. Cada um, a seu tempo, tentou mostrar à humanidade que é possível viver por aqui sem destruir as florestas e sem matar todos os bichos.

(()))


Imagem e Arte: Ana Roxo

domingo, junho 14, 2015

Ahh... A Família...

Ah...família
Dá trabalho 
Deixa a gente louco 
Dá um cansaço 
Deixa a gente maluco 
E ainda assim...
Não há nada melhor no mundo

sexta-feira, junho 12, 2015

Happy Valentine's Day - Enamorar

Cor
Desenhar
Amar
No morar
Na morar
Namorar!

O que é o namorar?
É cuidar
É criar
É co-criar
É preservar

Não se namora
Apenas um homem
Ou uma mulher
Se namora a vida
No morar das idas
E vindas

Namorar é poesia
É querer impressionar
É O pai
É A filha

Estar enamorado por alguém
Por algo
Não é somente estar apaixonado
Por alguém
Num relacionamento
Carnal
Amoroso
Temporário
Experimental

Enamorar
Na morar
Na Moral
É amar
É cuidar bem
É querer encantar

Recebi meu cartão
De Dia dos Namorados
Da minha filha
Cartão da Jureminha
Encantar

Chego em casa e ela
Jurema
Filha-enamorada
corre dizendo:

" Papai, fiz uma surpresa
para você.
Feliz dia,
feliz dia dos namorados.
Desenhei Mamãe tocando harpa, uma música bem bonita
para você
e você bem alegre
está em casa feliz!
Feliz Dia, Papai!
Esse desenho
É pra vc!"

Encantado
fui parar
No Jardim dos Amores
Amor incondicional
Onde São Valentino
Corre dizendo
" Veio visitar?
Ou vai ficar?"
E eu respondo:
" Visitar ...
Tenho onde morar
Na terra morar
Lá nela morar
Com a minha mulher
Minha família
Meu filho
Minha filha
Minha vida
Todos eles
Todas elas:
Namorados
Namoradas
Do meu eterno
Enamorar! "

Feliz Dia dos Namorados para todos os enamorados de suas famílias, seus amores e suas vidas.



Qual é a sua estação?


Estação
Qual é a sua estação?
Qual é a sua estação?
Qual é a sua estação?
Meu irmão

O trem vai passando na estação
Você vai ficar olhando
Ou vai se mover do chão ?

Sua passagem é o que tem no coração
Só quem ama tem leveza
Para embarcar nessa canção

Ao ano, temos quatro estações
Alguns ficam no outono
Outros correm pro verão

Penetre no sentido desses versos
Uns semeiam primavera
Outros só colhem inverno

Estação
Qual é a sua estação?
Qual é a sua estação?
Qual é a sua estação?
Minha irmã

quinta-feira, junho 11, 2015

O Barulhinho de Mudar

Nada muda
Do dia pra noite
Da noite pro dia
Se vem pra mudar
O mudar vem devagar 
Sem pressa de mudar
E quando se vê...
Vai mudando
Vai surgindo
Começando
A ter sentido
Faz sentido
Vai mudando
De vagar
Devagarinho
Era ruído
Se faz palavra
E agora é música
No seu ouvido
Bem baixinho
Bem bonito
Bom barulho
Barulhinho
Barulhinho de cantar
Barulhinho de falar
Barulhinho de ser
Um melhor você
E quando se vê...
Já mudou.
Já se É!

quarta-feira, junho 10, 2015

Salto de confiança

Vou acreditar em você
Vou te dar esse salto de confiança
Estou aberta para ser
Te recebo em minha dança

Me entrego pro seu corpo
Mas não me faça de bobo
Tenha a beleza de Oxum
Mas carrego a espada de Oyá
Se você for mais um
Aguente quanto eu te espetar

Pois se cabe a mulher
A entrega
Cabe ao homem
O respeito 
De preservar 
Além do leito
O corpo entregue
O bater do peito

Quer que eu seja sua?
Quer conquistar meu coração de verdade?
Então 
Nunca tire minha individualidade 
Posso até ser sua puta
Mas não quero ser a sua madre

Não tenha ciúmes dos meus amigos
Nem são tantos...
Nem do piercing que boto no umbigo 
Quero estar com você 
De outra forma
Não me deixaria ser
Sua
Por enquanto...


terça-feira, junho 09, 2015

Como uma fruta Exótica

Agora que eu senti
Agora que eu sei
Dá vontade 
De falar
Pra todo mundo 
Que vier me perguntar

Desse lugar 
Onde há tanta resposta 
Da dimensão 
Que eu vi abrir 
Por essa porta 

Então, reflito
E começo a discernir 
Que o que sinto 
Só faz sentido 
Para mim 

E lembro 
Da lição que aqui aprendi 
Que esse mundo 
É como uma fruta exótica 
Que só existe por aqui

Como explicar 
O sabor dessa fruta
Se ninguém jamais provou 
Desse néctar 

Então acalmo 
O meu " eu" tão falador 
E pouco a pouco
Vou me enchendo desse amor
Que diz que cada um tem o seu tempo de aprender 
O que é do outro está guardado 
Para ser 

Cada jornada é única 
Rumo a luz 
Tem quem vê Buda
Tem quem enxerga Jesus

Caminhos muitos
Mas só há um coração 
Que pulsa em todos 
Além da religião 

É o bater tum tum 
Como um som de um tambor
A própria vida 
Que nos mostra com amor

Que todos nós somos 
Filhos de Deus, da vida
E é na Deusa 
Que nos tornamos todos Um

Por isso é que 
Não há razão pra evangelizar 
Nem converter alguém 
Sobre os tesouros de se amar 

Por isso é que 
Não há razão pra evangelizar 
Nem converter alguém 
Sobre os tesouros de se amar


sexta-feira, junho 05, 2015

Marcha

Há coisas que precisamos fazer, mesmo sem ter certeza no que vai dar... Outras nem tanto.

Eu que tenho medo de multidão ( o coletivo não pensa, sente. Se o coletivo sente pânico, imagine o que ocorre com gente do meu tamanho), me vi perdido na Macha por Jesus.

Ao descer na estação errada, fui levado pela massa e percebi que as vezes, ao invés de resistir, é melhor se entregar. Me entreguei e que gente bonita e feliz. Percebi que teria que estar ali e experimentar essa sensação gostosa de gritar por Jesus, mesmo não sendo ...bem...cristão ( é o tipo de coisa que ninguém precisa saber, não quero perder amigos por causa da minha fé ou do time que eu torço).

Então, segui cantando com os envagélicos, orei junto com eles pelo fim da corrupção, dos crimes e do ...boticário???

Há coisas que precisamos fazer...ouras nem tanto.

Se fosse pelo fim da coca-cola ou da TV Record, eu continuaria na marcha, mas pelo fim do Boticário. Melhor não! Eu gosto de comprar meus perfumes e cremes por lá em preço real. Parei de comprar produtos importados por causa do preço do dólar...

E tá aí, outro assunto para pedirmos ao Senhor: a queda do dólar...acho que vou voltar na marcha assim que eles acabarem de pedir o fim do boticário...


quarta-feira, junho 03, 2015

Twilight Song

Veio da floresta
Veio lá da mata
Lindos seres a me encantar
Eram belas
Fadas encantadas
Que eu tive a honra de encontrar

Fadas douradas
As mais belas fadas
Voando piripinpin no ar
Fadas douradas
As mais belas fadas
Cantando esse Lullaby

Salve o elemental
Da Serpente Encantada
Salve Silfos, Salamandras
Salve os Gnomos, salve todas Fadas
Ondinando esse cantar

Fadas douradas
As mais belas fadas
Voando piripinpin no ar
Fadas douradas
As mais belas fadas
Cantando esse Lullaby


Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply