quinta-feira, setembro 29, 2016

Um Jardim ou Inferno feito de palavras

Homens, somos especialistas em dizer a coisa errada na hora errada para a pessoa certa. Certa pessoa que é aquela mulher que só deveria escutar da gente coisas certas nas horas certas. O que há com os caras? O que há com a gente ? Venho estudando e me aprofundando nesse estudo da língua solta que é capaz de construir jardins de palavras bonitas e infernos dantescos de palavras feias jogadas ao vento; e quanto mais estudo, mais sei o quê não deveria dizer e mesmo assim, quando vejo, não noto, já estou dizendo algo que vai ferir corações, vai tocar fogo na floresta das relações e para isso, o melhor remédio é ainda dizer: desculpa? Perdão!!

Peço perdão a todas as mulheres por esse palmo de Adão. 

Peço desculpas a todas as mulheres pela violência das palavras que pode ferir mais que tapas.

Peço misericórdia a esses meninos nunca crescidos que deveriam sentir a dor do ser parido, toda vez que eles a desrespeitam com palavras e gestos que as desprezam.

Peço compreensão a todas irmãs, mães, filhas, vós, tias, primas e amigas; todas as conhecidas e desconhecidas pelos palavrões, gracejos ofensivos, comparações e falta de respeito desses garotos que ainda precisam aprender como falar direito.

E por fim, peço a Nossa Senhora, a Grande Mãe que não abandone esses alunos do Sagrado Masculino, pois apesar de ainda nos comportamos de maneira tão infantil e nociva, há em nós, Ave Dos Céus, uma genuína vontade de aprender a dizer : te respeito, mulher, por não ser tudo aquilo que eu quero que você seja, estou aprendendo a te amar apenas por você ser você! 

Estou aprendendo seus ritmos, seus ciclos e seus " nãos". 

Estou compreendendo que você não gira sempre na órbita do meu planeta; pois és Sol de brilho próprio, livre cometa para viver. 

Estou entendendo que se tenho o privilégio do seu ouvido, se eu o ocupar com sons descabidos, preciso ser homem o suficiente para te pedir desculpa, perdão, me cura!

terça-feira, setembro 27, 2016

Plano da Alegria


Existe um lugar chamado Plano da Alegria; aonde todas as crianças vão ao dormir.

Lá reina a alegria, a brincadeira e o gargalhar. É proibido andar, por isso quem pisar no chão e mulher do padre.

Nenhum adulto é permitido nesse lugar. Não é discriminação não. De acordo com o organizador da Alegria, os adultos tendem a estragar as festas e brincadeiras que rolam com suas preocupações.

Ao ser entrevistado, ele afirmou:

“ - Onde já se viu se ocupar com algo que ainda nem ocorreu. ”
E se alguém quiser bisbilhotar por lá, precisa deixar pra trás não só a casca física, mas também esse” Bobão Chorão” que você chama de EU. Esse EU deveria estar cantando pelas ruas e agradecendo ao Papai do Céu por sua vida, ao invés de viver reclamando de barriga cheia.

Tem alguns grandões espertos que tentar entrar de penetra por lá, mas nossos porteiros não se deixam enganar pelos falsos sorrisos, eles olham logo seus corações. É gente, vocês não tem ideia, quanto marmanjo e barrado, sem sacar que basta deixar as melecas emocionais de lado e cair na festa.

No Plano Alegria sempre tem gente importante e famosa. Na semana passada, o Menino Azul Krishna apareceu por lá, tocando flauta e distribuindo tanto mel que nos lambuzamos todos (se nossas Mamães pudessem nos ver não ficariam muito contentes não). Essa semana é e a vez do Chiquinho de Assis, dizem que quando ele vem, trás sempre tanto animalzinho que parece que esta carregando a Arca de Noé. É bicho pra todo lado.

Quando temos que voltar pra terra, tentamos ao acordar, passar um pouquinho do que sentimos ao Papai e a Mamãe, mas às vezes, eles nem prestam atenção. Eles devem estar prÉ - Ocupados, né?
Antes de voltarmos, todos rezamos juntos ao Papai do Céu. Eu vou tentar ensinar pra vocês, mas se vocês não lerem com coração, serão apenas palavras de moleque. Ai vai:
“Pai Nosso
Que esta acolá e está aqui
Que está no outro e está em mim
Permita que cresçamos com alegria de viver
Dando risada de nossas quedas e com os olhos de bebê
Para que nunca esqueçamos que só existe um mandamento
que Deus nos mandou seguir:
Amar a todos como a nós mesmo e sempre lembrar de sorrir.

Amem, Axé, Shalon, Alah Akibar, Namastê
Muita paz, luz e alegria para mim e pra você"

Assinado: Criancinha Sem Nome
18 de julho 2002

Psicobrincado por Frank, numa manhã ensolarada, as margens do Rio Thames, Londres.

quarta-feira, setembro 14, 2016

Dicas de como quebrar qualquer Maldição

6 Dicas de Como Quebrar Qualquer Maldição?

O Professor Frank Oliveira explica no vídeo abaixo como se livrar dessas " maldições " que nos impedem de crescer.

Afinal de contas: o que é maldição???
E como nos livrar delas?


terça-feira, setembro 13, 2016

Palavras e mais Palavras

Falando muito mais que o pensamento
Dizendo muito mais que deveria
A língua tem poder de erguer tudo
A mesma língua também fala em demasia

Demazia é a fala desperdiçada
Sopinha de dizer só mais do mesmo
Se queres ter palavra respeitada
Articula sua palavra com Ti dentro

Fique presente na palavra articulada
Pense também em quem está te escutando
A conversa é uma troca de palavras
Quem fala só
Nada só está dizendo

Se tem algo a dizer, fala - Se é só vaidade, cala
Não desperdice seu talento - Sua vida
Que sua poesia seja mais palavra encantada
E menos recado aos outros com moral distorcida

segunda-feira, setembro 12, 2016

Doe para receber

Espalhei para ti
Um cadinho de sabedoria
Doei para ti
Um pouquinho de tempo
Dei para ti
Uma oportunidade de trilhar o Caminho do Conhecimento

Faria de novo
Faço de novo

Mesmo você sendo um encosto
Mesmo você sendo esse engodo
Essa pessoa mal agradecida
Que entra na casa dos outros
Toda sorridente
E sai rangendo os dentes
Falando mal
Andando torto
Jogando merda no ventilador
Dizendo a todos o horror que foi
Ter recebido o que você havia pedido

Gratidão 
Seja agradecido
Se você estava procurando por um pote de ouro
E recebeu um pinico
Faça sua obra nele
Mas ao sair da casa alheia
Não feche a porta
Não arrebente a janela

Você que não sabe o dia de ontem
Sabe menos ainda o dia de amanhã
E a coisa mais linda que aprendemos
Ao buscar a nossa verdade
É ter humildade
Para entrar mudo nas Casas de Saber
E sair calado
Copo vazio ao entrar
Copo mais vazio ainda ao sair

Soberba e orgulho
São pratos cheios 
Para quem vive de sobras
E da energia do outro
Você se intitula pessoa de opinião
Eu te chamo de parasita

Faria de novo
Farei
Um dia você virá novamente 
Buscar a minha casa
Vou abrir a porta 
Vou te doar minha palavra, meu tempo, meu conhecimento
Quem sabe você não aprenda
Dessa vez
Um tantinho de respeito
E uma pitada de gratidão

sábado, julho 16, 2016

Aprender com Arte é Possível

A Frank Experience: Aprender com Arte é possível




Gravando reportagem no Céu Heliopolis sobre o Projeto Ciranda do Inglês para a TV Record.

Projeto Ciranda do Inglês troca cartas com Casa de Repouso dos Estados Unidos. Parceria com minha aluna e amiga Daniele Garcia do projeto Avós da Gente: http://avosdagente.com.br/Home

segunda-feira, julho 11, 2016

Ah, tadinho... Ah, Coitado

Perdi minha fé!
Ah, tadinho 
Deus te desapontou 
Não conseguiu o que queria 
Não achou sua felicidade 
Sua alegria 
O universo não girou de acordo com as suas certezas
Quem diria...

Não acredito mais em nada!
Ah, coitado 
Diante dos furos 
Da sua lógica primata 
Descobriu que o mundo não é quadrado e agora 
Estupefato 
Grita a sua descrença 
Na esperança suprema 
De Deus te pegar no colinho 
E deixar tudo de novo 
Bonitinho 
Pra você brincar de controlar

Tudo não passa de idéias da mente! 
Clap! Clap! Clap!
Vejam que menino inteligente 
Obviamente 
Está trocando de time 
No final do campeonato 
Ah, tadinho 
Ah, coitado 
Está perdendo um tempo precioso 
De ficar calado
E começar a ter mais fé 
Que se o destino das mãos é incerto 
Ainda dá pra ter certeza
Do chão que pisamos com o pé

Entendo o que você está dizendo!
Se você entende ou não 
O problema é seu
Mas se viu alguma lógica 
No que se escreveu 
É porque, talvez, doravante 
Você seja um caminhante 
E se há Deus dos Seus 
Ele se faz no teu caminhar 
Que só ocorre em sua mente 
Pois se não houvesse mente 
Tampouco haveria sua noção de caminhar

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply