segunda-feira, fevereiro 16, 2015

O verdadeiro Inferno

Inferno é acordar sem sonhos um dia; despertar sem vontade de errar; querer viver sem se apaixonar.

Inferno é viver com medo de sofrer - sofremos todos os dias e isso é bom para lembrarmos que sem suor e sem lágrimas - não conseguimos nada.

Quem quer viver apenas coisas boas e lindas, não vive uma vida real. Deveria ter nascido dentro de um conto de bobos, pois mesmo nos contos de fada, ninguém ganha nada de graça!

Não sou masoquista, gosto de carinho e doce de leite, mas para sobreviver nessa vida, precisamos muitas vezes mesmo é de levar uma boa rapadura na cabeça!


sexta-feira, fevereiro 13, 2015

Mãe Preta das Águas Brancas

Data: 02 de fev.2015

Mãe Preta das Águas Brancas ou Mãe Branca das Águas Negras, sou mulato do seu amor.

Sua cor, Mamãe, talvez seja vermelha, ou quem sabe, todas as cores, mas nesse dia de suas flores, Mamãe, manda a tradição jogar pra ti minhas flores no seu mar, mas vai desculpando, Minha Sereia, não vou sujar os seus cabelos com os dejetos dos meus desejos em forma de oferenda, prefiro ser um pouquinho mais amigo da natureza e te ofertar meus versos tortos, pois é tudo o que eu posso oferecer, Odoyá.

Por isso, aceite minhas palavras em flor e minhas sentenças de cheio de alfazema e transforme todas essas letras, Iemanja, em qualquer coisa que não estrague mais esse nosso belo lar.

quinta-feira, fevereiro 12, 2015

Os sábios do Amor - Família

Família: jornada de amor que só faz sentido para quem já conheceu a solidão. 

Quem nunca aprendeu bem o que é estar só, jamais compreenderá o que é estar com alguém. 

Quem não sabe o valor de estar com alguém, jamais entenderá o milagre da multiplicação de dois "alguém" se tornando uma família de alguns.

Sábios são aqueles peregrinos do amor que não se afastam da solidão colocando qualquer coisa em seu lugar. Sábios esses que saberão preservar o amor, quando a família chegar.

Hoje é Dia de Hod




Hod é a sétima sephirot da árvore da vida e reverbera todas as nossas ações em direção ao esplendor do conhecimento e a glória da nossa existência. Hod é karma sendo gerado ( karma/carma não é algo ruim ou bom, mas apenas ação e reação) de um dharma ( trabalho).

A meditação em Hod permite que possamos compreender a força da nossa co-criação na Terra e que as bruxas estavam certas: a palavra tem poder! E promessa são cobradas.

Hod representa a RAZÃO nessa primeira tríade das forças da água /inconsciente e como tal, se em Yesod mergulhamos e Netzach nos trás o que pedimos, cabe a meditação em Hod, um estudo profundo do que foi recebido através - se possível - das letras. Portanto, escrevam seus insights, sonhos e intuições e vocês perceberão o poder da palavra.

Hod é o caminho do professor e do aluno dentro da gente. O observado e o observador se encontram nessa esfera para dar manifestação ao pensamento ( a palavra) e compreendemos que tudo que aprendemos na vida, na verdade, não é para a gente e sim para os outros. Hod avisa ao nosso aluno quando há um excesso de teoria e se chegou a hora de parar de colher para preparamos a mesa e oferecer o que temos de " melhor em nossa dispensa" para quem precisa ( o professor).

Hod é associado a linha do ensino dos grandes professores e mensageiros da nossa mitologia religiosa/cultural. Hod é Hermes Trimegistro na Grécia e Mercúrio em Roma; Hod é Thoti, o Deus escriba dos antigos egípcios. Hod reverbera na energia dos deuses " tricksters": Pan ( Grécia) Loki (Mitologia nórdica) e Exu ( Africana) - sendo os deuses tricksters, uma das formas mais diretas de aprendizado através do escárnio e do humor ( a herança direta desses deuses está presente na energia/cultura dos palhaços).

Hod reverbera na música pela deusa indiana Saraswati e percorre do oriente para o ocidente nas canções do Povo Cigano para Santa Sara Kali.

Hod é a energia da floresta e os ensinamentos na cura através da folha que tanto ensina Oxossi e Ossanha. Ensinamento esse que diz que talvez a maior lição que você precisa aprender não está num reino distante ( europeu, indiano, nórdico) e sim, talvez aqui, na mata do seu quintal.

quarta-feira, fevereiro 11, 2015

Pense... Já pensou?

O que você vê é apenas um retrato de mim. 

A pergunta que você deve fazer é: esse retrato é meu ou é um retrato seu?


Hoje é Dia de Netzach

Netzach é conquista e é eternidade e tudo acaba em vitória quando trabalhamos duro para alcançar os nossos objetivos. A meditação em Netzach permite essa consciência no resgate do valor dos tesouros que recebemos pelo nosso esforço e que muitas vezes deixamos pelo chão.

Ao meditarmos em Netzach, compreendemos o valor de zelar por aquilo que foi conquistado ou nos entregue para ser guardado. Netzach é a vitória da única coisa que é permanente: como amamos e como somos amados.

Netzach é a sephirot associada as batalhas do amor, as conquistas profissionais, os insights em nossos estudos e as realizações cujos frutos começamos a colher. Essa é a sephirot da prosperidade e da colheita, dai a ligação com a deusa indiana Lakhismi e com a deusa africana Oxum, deusas que trazem os tesouros das jóias preciosas do da criatividade e do brilho da inspiração. No Judaísmo, associa-se a Moisés e a tábua dos mandamentos que o profeta recebeu depois de sua meditação no Monte Sinai. No Egito, Netzach é Maat - deusa do equilíbrio e do discernimento e na religião cristã associa-se a São Judas Tadeu, o santo das causas impossíveis. São Judas foi um dos doze apóstolos de Jesus ( não confundir com Judas Iscariotes - o apóstolo que traiu Jesus) e em muitas imagens aparece segurando uma maçã que pode refletir colheita de um trabalho de longa semeadura ou uma associação direta com a maçã do conhecimento da Árvore da Vida. Maçã essa que se for bem digerida evitará que sejamos expulsos do paraíso, pois conseguimos ( ver a tempo ) o tesouro do Jardim do Éden presente em nossa vidas. Maçã que muitas vezes fica entalada na garganta das pessoas que não se dão conta dos tesouros do amor que já possuem e desperdiçam na ganância da ilusão de sempre " estar em busca de algo" ou querer sempre mais.

Netzach é a vitória, sobretudo de entendermos que não precisamos ter tudo, mas temos que cuidar de tudo que temos.

terça-feira, fevereiro 10, 2015

O Meu, o Seu, o Nosso Ego

O ego é o mais cruel dos tiranos. Um ditador insano que não se contenta com um oceano; um rei louco para quem um reino é pouco e yet, ainda assim, o ego é nosso grande aliado para dar conta das coisas desse mundo.

Se somos deuses, o ego é nosso capeta - e não há céu sem ele, nem inferno que ele caiba, mas yet, ainda assim, o ego é a nossa principal ferramenta e sem ela, seriamos assim apenas uma máquina de sentir para si numa terra onde é fundamental - compartilhar com o outro o que sentimos.

Hoje é Dia de Yesod

Data: Terça-feira dia 10.02.15

Hoje a nossa meditação será feita em Yesod que é a segunda ( ou nona) sephirot da árvore da vida da cabala judaica. Dia propício para cultivarmos o silêncio e mergulharmos na lua minguante de nós mesmos, observando cada fase nesse exercício de abraçarmos as idéias que estão germinando no inconsciente. 

Yesod nos lembra que os pedidos que fizemos ao Divino em nossos ritos espirituais ou as respostas que tanto procuramos vem até a gente através da intuição e ficam em banho-maria em nosso inconsciente até termos a coragem de fazer esse mergulho nas fases da lua que ocorrem dentro de nós e buscarmos esses ensinamentos e importantes lições. 

Portanto, hoje é dia de deixar fluir esses presentes que podem se apresentar através de palavras, canções, desenhos, mandalas e todo tipo de símbolo que possa trazer em si aquilo que tanto você quer encontrar. Yesod nos ajuda a atravessar essa fronteira e voltarmos para Malkuth com esses presentes de amor.

No tarot, Yesod é associado com a carta da Papisa, a sacerdotisa que nos conduz a esse mergulho nas águas do inconsciente com respeito a força da mulher representado nos cultos afro pelas Iabás Iemanja, Oxum e Obá. Sendo Obá, a grande guardiã do conhecimento que queremos acessar. No antigo Egito, essa força surge na forma de Isis e na Índia, nos lembra do poder de Parvati, mãe de Ganesha que usa a uma de suas presas de marfim para escrever o Vedas, livro sagrado do hinduísmo. 

Yesod também marca a fronteira entre o conhecido e o desconhecido, porém mais importante que tudo, a meditação nessa casa nos obriga a esvaziar o copo do ego da soberba de acharmos que sabemos tudo, se quisermos acessar as chaves das próximas casas ou sephirot em nossa busca pela nossa missão pessoal nessa vida.

segunda-feira, fevereiro 09, 2015

Hoje é Dia da Malkuth

A meditação dessa semana será baseada nas sephirots da Árvore da Vida da Cabala Judaica. Malkuth or Malkhut significa " reino", em outras palavras, a Terra a nossa casa. Hoje é uma dia propício para aterrarmos - especialmente aqueles que tiveram um fim de semana de práticas espirituais ou aqueles que descansaram bastante e precisam retornar aos seus afazeres.

Ao colocarmos o pé no chão ou na terra, no barro, lembramos ao nosso ego a importância de respeitarmos os nossos ritmos corporais e o trabalho constante de mantermos a nossa conexão com a natureza e com os seres que a representam; seja através dos Orixás da cultura africana ou dos Elementais - seres da natureza que ganharam os nomes ( via o estudioso Paracelsos) de duendes, gnomos, elfos, fadas, salamandras, silfos, entre outros.

Em outras palavras, hoje é um dia perfeito para cuidar das plantas, arrumar a casa, organizar a mesa e as gavetas e se preparar para a jornada que se inicia.

A Sephirot Malkuth pode ser associada com o chakra básico - muladhara e com a cor vermelha que embora tenha conotações um tanto negativas ou sexuais, em várias culturas do mundo representa fluxo, fertilidade e prosperidade.

Para as mulheres, a meditação em Malkuth é um olhar cuidadoso e carinhoso para seus fluxos menstruais e na importância do deixar fluir aquilo que não vai mesmo ficar. Para os homens, Malkuth é a lembrança que a Terra dá e a Terra tira e por mais que a natureza dos homens seja a de construir e solidificar ( lingan) - se estivermos abertos, podemos aprender com as mulheres a fluir nessa dança das águas em pleno aterrar ( Yone) .

Menina Dente-de-Leão

Ode a Menina Dente-de-Leão

Dente-de-Leão
Dente-de-Leão

Solta ao vento
Lá no firmamento
Não volta mais não

Dente-de-Leão
Dente-de-Leão

Menina brilhante
Do céu cintilante
Explodindo em inspiração

Dente-de-Leão
Dente-de-Leão

Brilho no olho
Revela um tesouro
Menina Dente-de-Leão

sexta-feira, fevereiro 06, 2015

Dia de Ajna - Chacra Frontal

Hoje é um dia propício para nos perguntarmos: qual é a nossa visão de mundo? Macro ( levamos mesmo o outro em consideração em nossas ações) ou micro ( tudo não passa do nosso umbigo)? 

A Meditação no Chacra Frontal com o bija mantra OM permite que possamos sair um pouquinho da zona de conforto do nosso egoísmo para embarcarmos na relação que temos com o próximo e em como os nossos atos - por mais pequenos que pareçam - afetam o outro, afetam a todos.

Hoje é um dia para observamos e analisarmos as coisas ao nosso redor. Sem julgar e sem tentar interferir. Se algum amigo nos perguntar como agir em determinada situação, hoje é um dia perfeito, para não responder essa questão com as nossas verdades e sim, treinar o escutar ao responder de volta: o que você acha que poderia ser feito?

A deidade vinculada ao Ajna é Shiva Nataraja - o Deus indiano dançarino que transforma a tudo com a sua dança e sem julgamento. Temido por ser considerado o Deus da Destruição, Shiva na verdade trás a transformação que é necessária para a vida fluir e ficar melhor. 

No Egito, Shiva tem associação com Horus ( filho da luz) ; Hermes ( na cultura grega) e com o Orixá Exu ( mensageiro de Olurum que ajuda Oxalá a cuidar do mundo).

quinta-feira, fevereiro 05, 2015

Cadê "Tu"?

Entrei num buraco de minhoca, 
sai num buraco de Tatu; 
mas a pergunta que não sai da minha cachola, 
é em que buraco estava tu?

Hoje é Dia de Anahata

Bom dia a todos. Hoje é dia do chacra do coração. Depois do turbilhão de emoções que geralmente sempre nos leva para caminhos tortuosos, a energia da Casa do Lotus Sagrado vem nos lembrar do significado do verdadeiro amor.

Hoje é um dia perfeito para reconciliações amorosas e conversas com pessoas que afastamos, afinal a separação ocorre pela imaturidade das pessoas envolvidas em resolver as suas diferenças de forma sensata e amiga.

No trabalho, a meditação no Anahata possibilita uma profunda reflexão sobre quais são os verdadeiros benefícios que nos ligam a certas atividades: será que é somente pelo dinheiro ou pelos profundos ensinamentos que aquele trabalho nos trás?

O bija mantra é YAM e a deidade que devemos visualizar é o Avalokiteshvara, o Buda da compaixão que é conhecido na China e no Japão como Kwanin.

No ocidente - Kwanin é representante pela Grande Velha Mãe PachaMama ( aquela que nos resconstroi) e Nana Buroque ( aquela que nos reveste) nos cultos afro-brasileiro.

quarta-feira, fevereiro 04, 2015

Hoje é Dia de Manipura

Dia de desatar os nós emocionais que nos impedem de avançar na vida. Uma meditação profunda no Chacra Umbilical permite que possamos tomar consciência dos excessos que paralisam a nossa roda da fortuna. 

O elemento é o fogo. Por isso, cuidado com situações que te empurrem para discussões ou confusões. Equilíbrio nas emoções mais rudimentares é a ordem do dia.

Mudança, Mudar, Mude, Encontre os tesouros em sua frente!

Mudar é sempre um desafio, requer coragem para se desfazer das roupas velhas e muita força de vontade para topar o desafio de largar velhas armadilhas que se desfaçam como prazeres. 

Mudar não é para todos e requer uma maturidade que não depende da idade e sim de um firme objetivo de chegar ao destino. Destino esse que requer do viajante uma consciência que muitos não possuem. 

Estou abraçando essa consciência, doa como doer, pois hoje eu decidi que não vou mais erguer meus castelos na areia. 

Hoje, estou deixando algumas roupas velhas para trás - para sempre. 

Não as guardarei mais no meu guarda-roupa, para um " vai que". Vou pagar o preço de ser um " melhor " eu. 

Repetir os mesmos erros do passado é para quem nunca acreditou nos tesouros que encontrou ou não sabe dar valor ao que a vida ensinou.

terça-feira, fevereiro 03, 2015

Hoje é Dia de Svadhishthana

A meditação nesse chacra e o uso do bija-mantra VAM permite uma maior aceitação das forças que regem a nossa sexualidade e os impulsos criativos que nos permite acessar chaves de inspiração. 

Dias de cores mais alegres como o amarelo, hoje é um dia perfeito para reconciliação amorosa e para trabalhos artísticos.

segunda-feira, fevereiro 02, 2015

Hoje é dia de Muladhara

Predominância de cores fortes e escuras. Dia perfeito para reflexão e estudo do que mudou e do que está mudando em nossas vidas. Foco nas coisas simples e básicas.

Nas religiões afro, hoje também é dia de Iemanja, que além do sincretismo com as " deusas brancas" judaico/cristã, é a Deusa Negra do mar da noite africana que convida a limpeza e a mudança.

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply