sexta-feira, janeiro 23, 2009

As Infinitas Linhas de Quem Tece

Tantas linhas, tantas opiniões. Quem tem razão? Quem tem razão?

Fala irmão, conta amigo: qual é o caminho? Castañeda tinha mesmo razão? Há coração? Há coração?

Tece o seu comentário, formule a sua voz. Opina, amigo. Opina, irmão.

Dada a opinião, observa: a palavra transcende o falante, vai criando ramificações, corrente, avança e transforma toda a gente que escuta, que lê, que é carente de experiência, que preenche o espaço vazio da prática com a teoria dos outros, com outras opiniões.

Contudo, essa é uma discussão, um bate papo, e eu opino, amigo; eu opino, irmão; mas essa é apenas a minha opinião. Acredita não, vá atrás da sua realização. Realiza a tua ação!!!

Não há verdade única, irmão, se não a experiência, a manifestação da sua consciência em relação ao que é sentido, observado e vivido.

Compreenda, leia as minhas palavras e perceba, elas são apenas palavras, amigo, não se vivencia o Divino no discurso, não se experimenta o Divino nisso ou aquilo; tudo que não for sentido, é apenas achismo.

E taí a graça do Grande Criador, quanto mais lúcido você fica do Grande Amor, mas você percebe que é praticando que se faz o caminho. Esqueça os templos do Himalaya, os rituais dos tantos "ismos", esqueça o oposto te dizendo: não é isso!!!

E seja lúcido!!!

Pratique o aqui e agora, transcenda o vício de convencer e ser convencido. Aprenda com cada opinião, mas não deixe as palavras alheias virarem ação no seu coração. Compreenda, não precisamos mais seguir em bandos quando o assunto é ligação, religação, religião, união com tudo aquilo que podemos ser.

Tantas linhas, tantas opiniões. Quem tem razão? Quem tem razão?

A iluminação tem nome? Ou o silêncio é a melhor expressão da sensação que palavra Babel alguma consegue afirmar?

Discernimento, amigo. Lucidez, irmão.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply