quinta-feira, outubro 01, 2009

NÃO SE ESQUEÇA DO ÓBVIO

O inimigo veio com força, bateu na porta da fortaleza, querendo entrar. Fui recebê-lo.

- O que tem para me ensinar?

- Nada! Você estava no lugar errado na hora equivocada e por isso multipliquei-me para te pegar.

- Se não tem nada a me ensinar, não é bem vindo! – eu disse e pedi que o meu exército o expulsasse com toda a força. O inimigo correu, mas ameaçou:

- Você não vai ficar para sempre aí dentro do castelo. A razão do meu ser é te encontrar; por isso, quando você menos esperar; eu vou te pegar.


Acordei daquele sonho esquisito rindo. Levantei, fui fazer as minhas coisas; saí para trabalhar. Ônibus, metrô, muita gente indo e vindo e volto pra casa, morto de fome; preparo um lanche, tomo um suco e de repente: “atchimmmm!!!!”

Olhei para o gel na pia do banheiro e lembrei que havia esquecido de lavar as mãos, procedimento que já virou hábito, mas passou totalmente desapercebido pela pressa em comer algo e descansar.

Atchimmm!

Outro espirro, mais outro, o corpo foi ficando pesado; cada vez mais dolorido; até que a garganta reclamou e a febre começou a dar os seus alertas.

O médico disse que esse inimigo não era aquele que tanto todos temiam; mas o alerta estava dado: não podemos nos esquecer do óbvio!

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply