quarta-feira, março 09, 2011

Prosperidade e Bagunça




Você me chamou, eu vim! Porém, é assim que me recebe? Como espera que eu circule livremente?

Sou força livre, preciso de espaço; não entro nas casas fechadas, dessarrumadas, quebradas. As minhas energias são bloqueadas por janelas tortas, pelo amontoado de tralhas, tranqueiras jogadas, caixas, lixo acumulado que se guarda para usar algum dia.

Meu nome é prosperidade, mas só entro e permaneço na residência de quem se acerta, se limpa e cura a si mesmo. Água vaza em jarro rachado, prosperidade não flui no caos. Não basta me chamar, é preciso estar preparado para me receber, para suportar as minhas demandas, que é uma só: casa limpa!

Seja mais esperto, pare de sofrer com os bloqueios que você mesmo causa em você. Renove-se. Jogue fora o que não serve. Mude, antes que a vida mude você!

E não perca o seu tempo me evocando enquanto você não aprender a lição mais básica de quem deseja ser prospéro: trabalhe!

2 comentários:

Anônimo disse...

Tanks

Marcia disse...

Muito bom!!!!!

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply