segunda-feira, agosto 28, 2017

A SOMA

A SOMA



Quando eu fiz o catecismo, ensinaram-me que 1+1 era igual a 3.

Quando li pela primeira vez o “Livro dos Espíritos” e “O Evangelho Segundo o Espiritismo”, Allan Kardec me fez ver que 1+1 na verdade era 2.
Quando comecei a estudar religiões orientais, cheguei à conclusão, via “Bhagavad Gita”, “Alcorão” e “Torah”, que 1+1 era 11.

Quando finalmente estava satisfeito com a minha resposta, a vida pediu que o coração me informasse que todas as respostas anteriores também estavam certas.

Hoje, por esses caminhos espiritualistas e universalistas, estou começando a desconfiar que para certas somas não há respostas absolutas, principalmente quando fazemos a mesma conta usando como calculadora diferentes pontos de vistas.

Um comentário:

Anônimo disse...

Parabéns é muito bonito o(s) seu(s) textos

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply