terça-feira, setembro 27, 2016

Plano da Alegria


Existe um lugar chamado Plano da Alegria; aonde todas as crianças vão ao dormir.

Lá reina a alegria, a brincadeira e o gargalhar. É proibido andar, por isso quem pisar no chão e mulher do padre.

Nenhum adulto é permitido nesse lugar. Não é discriminação não. De acordo com o organizador da Alegria, os adultos tendem a estragar as festas e brincadeiras que rolam com suas preocupações.

Ao ser entrevistado, ele afirmou:

“ - Onde já se viu se ocupar com algo que ainda nem ocorreu. ”
E se alguém quiser bisbilhotar por lá, precisa deixar pra trás não só a casca física, mas também esse” Bobão Chorão” que você chama de EU. Esse EU deveria estar cantando pelas ruas e agradecendo ao Papai do Céu por sua vida, ao invés de viver reclamando de barriga cheia.

Tem alguns grandões espertos que tentar entrar de penetra por lá, mas nossos porteiros não se deixam enganar pelos falsos sorrisos, eles olham logo seus corações. É gente, vocês não tem ideia, quanto marmanjo e barrado, sem sacar que basta deixar as melecas emocionais de lado e cair na festa.

No Plano Alegria sempre tem gente importante e famosa. Na semana passada, o Menino Azul Krishna apareceu por lá, tocando flauta e distribuindo tanto mel que nos lambuzamos todos (se nossas Mamães pudessem nos ver não ficariam muito contentes não). Essa semana é e a vez do Chiquinho de Assis, dizem que quando ele vem, trás sempre tanto animalzinho que parece que esta carregando a Arca de Noé. É bicho pra todo lado.

Quando temos que voltar pra terra, tentamos ao acordar, passar um pouquinho do que sentimos ao Papai e a Mamãe, mas às vezes, eles nem prestam atenção. Eles devem estar prÉ - Ocupados, né?
Antes de voltarmos, todos rezamos juntos ao Papai do Céu. Eu vou tentar ensinar pra vocês, mas se vocês não lerem com coração, serão apenas palavras de moleque. Ai vai:
“Pai Nosso
Que esta acolá e está aqui
Que está no outro e está em mim
Permita que cresçamos com alegria de viver
Dando risada de nossas quedas e com os olhos de bebê
Para que nunca esqueçamos que só existe um mandamento
que Deus nos mandou seguir:
Amar a todos como a nós mesmo e sempre lembrar de sorrir.

Amem, Axé, Shalon, Alah Akibar, Namastê
Muita paz, luz e alegria para mim e pra você"

Assinado: Criancinha Sem Nome
18 de julho 2002

Psicobrincado por Frank, numa manhã ensolarada, as margens do Rio Thames, Londres.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply