terça-feira, junho 09, 2015

Como uma fruta Exótica

Agora que eu senti
Agora que eu sei
Dá vontade 
De falar
Pra todo mundo 
Que vier me perguntar

Desse lugar 
Onde há tanta resposta 
Da dimensão 
Que eu vi abrir 
Por essa porta 

Então, reflito
E começo a discernir 
Que o que sinto 
Só faz sentido 
Para mim 

E lembro 
Da lição que aqui aprendi 
Que esse mundo 
É como uma fruta exótica 
Que só existe por aqui

Como explicar 
O sabor dessa fruta
Se ninguém jamais provou 
Desse néctar 

Então acalmo 
O meu " eu" tão falador 
E pouco a pouco
Vou me enchendo desse amor
Que diz que cada um tem o seu tempo de aprender 
O que é do outro está guardado 
Para ser 

Cada jornada é única 
Rumo a luz 
Tem quem vê Buda
Tem quem enxerga Jesus

Caminhos muitos
Mas só há um coração 
Que pulsa em todos 
Além da religião 

É o bater tum tum 
Como um som de um tambor
A própria vida 
Que nos mostra com amor

Que todos nós somos 
Filhos de Deus, da vida
E é na Deusa 
Que nos tornamos todos Um

Por isso é que 
Não há razão pra evangelizar 
Nem converter alguém 
Sobre os tesouros de se amar 

Por isso é que 
Não há razão pra evangelizar 
Nem converter alguém 
Sobre os tesouros de se amar


Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply