sexta-feira, março 27, 2015

Meditando na Responsabilidade

Muitas são as responsabilidades que assumimos,
As regras;

Algumas precisam ser mantidas! Essa são as responsabilidades que edificam a nossa liberdade.

Poucas delas revelam
Quem nós somos,
Tantas delas vão nos apertando
O pescoço 
Quase sufocando;
Mas são responsabilidades!
Ao assumir a sua,
Manda a regra que se vá até o fim...

O fim é uma ilusão 
Afinal, tudo se recicla
E volta diferente,
Assim também é a responsabilidade 
Que também se recicla
E se vai

E pode retornar 
Ou não;

O fato é que nos baseamos na ilusão do dever,

Dever!!!

Ao tentarmos manter uma responsabilidade que já não nos fortalece mais, estamos somando na vida do outro e ficamos DEVEndo com a gente. 

As responsabilidades podem sim
Ser deixadas de lado,
Para trás 
Se elas começarem a nos ferir,
A calar o nosso espírito,
A prender a nossa alma.

O louco grita: "só fique preso por amor, se o amor se foi, corra atrás só do amor!"

O louco é só um louco, será?

O amor faz valer a responsabilidade de ficar, se não há amor...ficar com alguém ou permanecer num lugar é um castelo que se transforma em ruínas e vai pouco a pouco te expulsando de lá.

Quando isso ocorre,
Aquela responsabilidade que assumimos
Se revela o que sempre foi,
Uma teimosia em manter algo
Que nunca dependeu da gente
Para continuar

Dai, as certezas vão ficando para trás 
O castelo de areia se desfaz
E percebemos que há coisas que precisam ser deixadas para trás

Pessoas, castelos, espadas e certezas

E isso não é fugir do nosso dever
E sim
Assumir a responsabilidade 
De sempre fazer 
Aquilo que faça brilhar o nosso coração 

E expandir a nossa mente 

Nesse caminho 
em que nascemos só
E vamos embora só

E somos apenas responsáveis 
Por nós mesmos 
E por aquilo que conseguir continuar nos cativando...

Para finalizar, compartilho com vocês um poema-canção do Grupo ConheSer

O Vento

Lá vem o vento
Arrancando a minha coroa
Coroa do ego
De achar que tudo é meu

Lá vem o vento
Moldando minhas dunas
Dunas de areia que são as minhas idéias

Lá vai o vento
Mudando minhas dunas
Dunas de areia que são minhas certezas

Minha certezas são castelos de areia
Areia que o vento carrega com o Mestre Tempo

O Mestre Tempo traz o vento para mostrar
Que tudo muda o tempo todo de lugar

Tudo muda o tempo todo de lugar
Na dualidade desse lindo planeta

O que não muda só o bem pode firmar
Oi salve o vento 
heya heya hey Ha!

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply