terça-feira, março 10, 2015

Dia de Meditarmos no Amor

O que é o amor se não escolha? 
Falo aqui do " amor " romântico - aquele que começa com as gaiolas das promessas do " fica comigo para sempre?" e termina com as asas cortadas do " desapareça!" .

É possível ter alguém para sempre? Não!

Qualquer " sim " é uma bela ilusão que desejamos acreditar. Conto de fada, ruína adornada, castelo de areia de quem deseja segurar a água corrente. Porém, se o amor é esse algo que sempre nos escapa, por que o caminhante - Ó louco - para no meio do caminho e escolhe se apaixonar e levar consigo o companheiro/a que provavelmente não ficará com ele/ela a estrada inteira?

Escola!

Amor é escola que mais se aprende. Amor é escolha que mais se erra, mas é a escolha que mais nos preenche a alma.

Amar Eva é o grande treinamento do amor incondicional; se entregar a Adão é um exercício de se jogar no abismo por algo além do nosso umbigo.

Não somos Seres Humanos apenas, somos Seres do Amor!

Amar é tão fundamental quanto respirar. O amor é que faz bater o coração. E por ser aquilo que nos anima a perceber que a nossa estrada sempre será conjunta; quanto mais erramos, mas aprendemos a re-construir.

Re-erguer as nossas ruínas, re-contar os nossos contos de fada, re-decorar a nossa casa e deixar - se formos iniciados e sábios - o paraíso da ilusão dos primeiros anos para a aventura de termos que construir um Éden todo dia.

E é esse trabalho diário que mantém casais por dois, vinte, cinquenta anos de estrada. É esse re-significar que permite aos enamorados continuarem a se enamorar.

Sim, amor é a renovação; amor é transformar quem está do lado no nosso olhar e escolher com ele/ela ficar sem a promessa do " para sempre" e sim, a jura de que - só por hoje - vale a pena contigo ficar.

Por fim, amar alguém é lhe devolver as asas para que se, um dia, ele/ela desejar voar sem você, ainda assim, valeu amar!

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply