quinta-feira, outubro 24, 2013

O DEUS DAS TRAGÉDIAS


Esses dias recebi esse e-mail:

" Não sei por que
Você insiste em escrever
Essas coisas sobre Deus;
Se Deus existisse
Não deixaria tanta tragédia
Ocorrer no mundo"

Até então, nenhuma novidade. Vontade de responder ao amigo leitor, nenhuma; afinal, na fé de ninguém, ponho colher alguma; estou mais preocupado em digerir a minha. Contudo, logo em seguida, um tijolo em forma de prosa poética começou a cair na minha cabeça e eu escrevi isso:

" Nesse plano da dualidade, onde para cada banda há uma metade, sempre haverá tragédia, sempre haverá morte.

Como poderíamos aprender algo dentro dessa realidade, dar valor a vida e a felicidade; se não fosse por seus opostos que equilibram a humanidade?

Boa parte do Mundo deseja a paz, o amor e a solidariedade; enquanto a outra parte da Terra luta por guerra, ódio e semeia a discórdia. As coisas sempre foram assim e assim serão sempre; a única coisa que muda é o lado em que você escolhe dessa questão.

Por isso, cuidado ao apontar o dedo para o seu irmão! Tem gente que mata em nome de Deus; assim como há os que ajudam em nome do amor.

Não há pecado, nem inferno. Quem odeia tem as mesmas chances de quem ama no girar do universo. A diferença é sensação em quem apanha e a de quem está com a tapa na mão.

Tudo é muito relativo e sendo o bem e o mal tão optativo, de que adianta caminhar para a luz - você se pergunta - e eu te digo; se bateu dúvida, a luz se foi, ficou a sombra.

O lado da banda em que atuamos pode ser medido pela quantidade de sorrisos ou de lágrimas que recebemos. E até isso é bem relativo - tem gente que chora e está na verdade sorrindo; e há os que sorriem e na verdade estão chorando - mesmo assim, no fundo, sabemos, quando os nossos abraços estão machucando alguém ou libertando; afinal, cada um sabe o que há em sua dispensa.

Nunca é o que ocorre com o mundo e sim, o que ocorre em seu coração ao ver algo de bom ou ruim ocorrendo com o outro. Como reagimos em relação as tragédias da Terra mostra bem o que aprendemos nesse tempo todo de evolução. Se busca um culpado, mate Deus e siga com os olhos vendados; se arregaça as mangas e trabalha pelo bem e pela luz, parabéns, mas lembre-se, você não está ganhando pontinhos no céu e sim, aprendendo a viver na dualidade.


Portanto, quem pensa que Deus não existe porque ocorre tragédias no mundo, esqueceu-se que Pai bom não dá na mão, educa."

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply