segunda-feira, julho 29, 2013

A Menina e a Lua

Para Rutth

A princezinha Rutth estava doente. O rei, seu pai, promete:”Filhinha, dou o que você quiser, se ficar boa”. E a menina: respondeu “ Eu quero a lua!”.

O rei convocou os sábios da corte, matemáticos, mágicos, cavaleiros com experiência de países distantes, músicos e até feiticeiros. Masa lógica e a matemática tem limiteis; feitiçaria e fórmulas não conseguiam fazer essa mágica; mas o bobo da corte – que chamavam de palhaço e não foi consultado por ser bobo – assegurou ao rei que atenderia ao pedido da menina. Orei fingiu que ele não era bobo, e deu licença.

- Princesinha, qual é o mesmo o tamanho da lua?

- Assim, do tamanho duma medalha.

- De que é feita?

- Ela é toda de prata.

- Agora ela está muito alto no céu. Quando chegar à altura daquela arvore, eu subo lá e pego a lua para você. Durma sossegada, que ela demora a descer.

Enquanto a lua descia atrás das arvores, o palhaço vai aos tesouros do rei, escolhe uma linda medalha, branca e redondinha como a lua. Prende-a num cordão de ouro e aguarda o sol chegar.

A corte inteira quis presenciar o espetáculo. O palhaço com as mãos nas costas, olhou para a princesinha e disse:

- Querida princesinha, que acaba de acordar com um beijo do sol bem na ponta do nariz, adivinha o que eu tenho escondido aqui?

- A lua! Gritou a menina

- A lua! Respondeu o bobo

- A lua! Gritou o rei

- A lua! Todos gritaram por todo o palácio.

E o bobo da corte pendurou a lua no pescoço da menina. E a menina sarou completamente.

No dia seguinte, a menina e o bobo olhavam pela janela. E lá apareceu de novo a lua no céu. Mas o palhaço explicou:

- Veja princesinha, como Deus é bom. Roubei a lua lá de cima, e ele pôs outra no lugar.

James Thurber

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply