terça-feira, dezembro 04, 2012

REENCARNAR, PARA QUE?




- Por Zíbia Gasparetto

Assim como as pessoas têm muito medo de morrer porque não sabem o que irão
encontrar na outra dimensão, os espíritos que estão vivendo no astral têm
medo de reencarnar.
Esquecer o passado e mergulhar no mar encalpelado do mundo, enfrentar seus
próprios limites e os desafios de seu crescimento é assustador. Controlar as
emoções, ordenar a mente, experimentar as próprias ideias e enfrentar os
resultados requer coragem e persistência. Ficar entregue ao próprio
discernimento, tomar decisões e ser responsável pelo próprio destino,
atemoriza.
Para o espírito, reencarnar é como vestir um escafandro e mergulhar nas
profundezas do oceano. O corpo de carne tem um metabolismo lento, muito
diferente da vida astral, onde tudo é mais dinâmico e rápido. Lá, a força
do pensamento materializa rapidamente os objetivos, de acordo com a capacidade
de cada um, criando e movimentando os elementos.
Aqui, na Terra, nossos projetos levam muito mais tempo para se tornar realidade.
Para construirmos um edifício levamos muitos meses, enquanto lá eles o fazem
em algumas horas...
- Como? Há prédios no astral? - alguns vão perguntar.
Há prédios, ruas, cidades, tudo. O que chamamos de astral são os mundos das
outras dimensões do universo.
Cada um deles gravita em determinada faixa de ondas, possui um magnetismo
próprio e, para os que vivem lá, tudo é tão sólido quanto para nós é
nosso mundo.
Não os podemos ver porque nossos olhos enxergam apenas em limitada faixa de
percepção, o que não os impede de continuar existindo. A limitação é
nossa. Os micróbios existem, mas só os podemos ver se tivermos um
microscópio.
- Se eles têm medo, porque reencarnam?
Para reeducar o emocional. No astral as emoções são muito mais fortes e
profundas. A tristeza, o remorso, o arrependimento, a frustração e a mágoa
tornam-se insuportáveis e chega um momento em que, cansado de suporta-las, o
espírito aceita nascer na Terra. Para ele, o esquecimento será uma bênção.
O magnetismo lento permitirá que ele medite mais, experimente, reflita,
conheça-se melhor e amadureça.
Reencarnar na Terra é começar de novo. Todas as lembranças do passado são
guardadas no inconsciente temporariamente e, embora possam influenciar
intuitivamente o espírito reencarnado, ele estará em sintonia com o cérebro
do novo corpo, que como um filme virgem vai registrar as novas experiências.
Não é genial?
A vida, mágica e divina, vai tecer os acontecimentos, juntar pessoas, de acordo
com as necessidades daquele espírito, e criar estímulos a que ele se torne
mais consciente, e liberte-se dos antigos padrões de crença que o levaram ao
sofrimento. Se ele aproveitar, voltará ao astral mais lúcido e feliz.
A vida é um eterno agora, e nós continuaremos sendo o que fizermos de nós,
seja onde for que passemos a viver. Enfrentar nossas dificuldades desde já,
fazer nosso melhor, é construir nossa paz.

- Nota:
* Zíbia Alencastro Gasparetto (Campinas, 29 de julho de 1926) - é uma
escritora espiritualista brasileira que se notabilizou como médium, com
inúmeras obras publicadas.
De ascendência italiana, casou-se, aos vinte anos de idade, com Aldo Luiz
Gasparetto, com que teve quatro filhos, entre os quais o apresentador de
televisão Luiz Antonio Gasparetto.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply