segunda-feira, outubro 22, 2012

Tem Alguém Ai?

A jornada foi árdua. Quando olho para trás, é realmente um milagre não ter
desistido. Domar a mente, fazer as pazes com o meu demônio interior e finalmente ter a disciplina para trabalhar meus chacras diariamente levou-me a um estado de paz interna que me possibilitou, pela primeira vez, essa sensação.

Calmamente, respiro fundo e mergulho sem medo na imensidão que separa as
dimensões e percebo que todo o meu corpo se alinha para que minha mente possa acessar o que há por trás do véu da matéria e com força de vontade e muita concentração, vou me desviando dos devaneios e ilusões que se apresentam e percebo surgir uma luz familiar e desconhecida; familiar por ser a mesma luz que percebo brilhar em mim e desconhecida, pois ela é repleta do brilho que sempre
busquei. Esse brilho parece vir dos confins do universo e sinto que ele me
envolve e reluz em todo o meu corpo sutil. Não tenho dúvidas: estou diante da presença de Deus!

Com lágrimas nos olhos, ajoelho-me diante de tamanha força e agradeço a ela por me deixar testemunhar a sua existência e peço licença para compartilhar essa experiência quando eu retornar.

Então sinto uma leve vibração que lembra o som de uma voz; as ondas vão aumentando e percebo emocionado que estou ouvindo a voz do Criador:

" Você pode até compartilhar essa experiência" - disse a voz - " Mas não se engane comigo! Não sou Deus, eu sou apenas outro cara que assim como você, busca encontrar o Divino aqui também. A diferença é que eu moro... digamos... no andar
de cima. "



Um comentário:

Sónia Gonçalves disse...

Bonito isso, a força para disciplinar o corpo e a mente como forma de libertação. Obrigada pela partilha.

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply