segunda-feira, abril 16, 2012

Ode a Cristina by Jureminha

" Pai,

Adoro minha tia-madrinha. Acho que o senhor escolheu bem, pois ela é engraçada e sempre dou muitas risadas com ela. Todas as madrinhas deveriam ser divertidas e criativas.

Minha tia-madrinha tem cheiro de criatividade. Perto dos olhos dela, todas as coisas tomam as mais interessantes formas e cores. As pessoas também.

A tia-madrinha é artista. A gente reconhece um artista de longe, papai, pois essas pessoas estão sempre querendo manter o presente bem perto pelo olhar delas. Você já viu a tia-madrinha sem uma máquina fotográfica? Ela não quer deixar a beleza escapar, por isso tira foto, emoldura, muda e transforma as coisas todas.

Eu gosto da casa dela porque tudo lá é colorido e cheio de arte. As paredes são cobertas com CDs que viraram mandalas; enfeites que já foram qualquer coisa que se joga fora, agora é coisa que se admira e se quer presentear. Isso é ecologia!

Acho que ninguém recicla as coisas tão bonitamente quanto a minha tia-madrinha. Se ela fosse uma professora, acho que ela transformaria todos os alunos em peças de arte também.

Acho que ela deveria ensinar as pessoas a artificar o mundo. Quando eu crescer, quero aprender com ela a fazer um mundo mais bonito e colorido porque acho que eu já estou transformando as coisas também...afinal, bebê não quebra as coisas, só transforma."

Jureminha

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply