quinta-feira, março 08, 2012

A Testemunha e o Jeová



A testemunha bateu na porta do Jeová  e quis lhe dizer sobre os sentinelas que contam a sua crença.

Ao ver aquele moça com tanta fé no olhar e tanta firmeza no evangelizar, Jeová respirou fundo e preparou-se para libertá-la daquela prisão chamada religião.

Ele preparou o seu discurso, arquitetou tudo o que ele sabia sobre religião e todas as mil teorias que poderiam exterminar a visão religiosa dela. Fez mentalmente todas as conexões, relembrou todas as práticas de articulação de dialética para desconstruir a fé dela e livrar a coitadinha daquela crença medieval.

Com a retórica na ponta da língua, pingando feito veneno por suas presas, olhou para a sua vítima e algo ocorreu.

- Entra! - disse e ela entrou - Fale-me sobre a sua fé.

Ela entrou, sentou ao sofá e falou com paixão sobre a sua crença. Seus olhos brilhavam, suas mãos articulavam, seu corpo dizia tudo aquilo que as mil teorias dele não conseguiriam tirar dela.

Ela não o converteu, nem ele tampouco abusou do seu conhecimento para tirar algo de alguém, sem colocar outra coisa melhor no lugar.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply