sexta-feira, março 23, 2012

Destruição Absoluta

Não creio no diabo, mas que há, há! É claro que o diabo não é o capeta que é pintado e por isso, leva chifre e rabo, fama de anjo caído, demônio, ElDiablo, boi da cara preta, a cuca, o mal, o Evil do Devil, mas...inferno! O Diabo, se é
que existe deve trabalhar com o Deus eterno, numa aliança maluca de fritar a
cuca do sujeito encarnado que tentar decifrar a parceria do John e do Paul, do corintiano e do palmeirense, do carioca e do paulista.



Se essa crença tem lá a sua serventia, serventia boa nenhuma tem o saber que, nessa ilha de dualidade, estamos " lost" e sem qualquer segurança. Um pé à direita vira dança, outro pé à esquerda é kabummm!!! Lá se foi a esperança, e o mal invade o nosso recital, a melodia vai acabando, o sorriso se definhando e percebemos que se há Deus, ele acredita que podemos seguir sozinho e enfrentar a
maldade absoluta que fere e arde a nossa carne, tentando tornar escrava a nossa alma de imatura idade.

Sim, a destruição besta e absoluta que mata crianças e as mulheres estupra por qualquer motivo-bobagem qualquer. Destruição que invade todas as casas sem preconceito de raça e idade e arranca sangue e lágrimas nas coisas perdidas que nunca mais serão recuperadas.

Porém, por mais que as trevas avancem, tenho certeza - não apenas acredito - há uma luz sutil brilhando compaixão e amor levando consciência aonde quer que for; e por mais que a doença se espalhe há um trabalho de cura ocorrendo pelas
mãos de gente de verdade que mesmo no escuro sopra luz. Essa luz é que nos dá a esperança que não é teoria o conto mais antigo da nossa raça; aquele que nos lembra que não estamos sozinhos, pois há para sempre, no Outro, um Cristo
surgindo.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply