segunda-feira, fevereiro 06, 2012

O Nascimento da Primeira Palavra


Parte I

- Auri, vem ver! - gritei com entusiasmo. Ela veio correndo, bem a tempo de ouvir Jureminha dizendo:

- Pa Pá!

- Well done! - respondemos os dois em uníssono. Sempre batemos palmos e repetimos " muito bem", quando a nossa filha consegue realizar algo.

- 1, 2, 3... - Auri começou a contar.

- Por que você está contando? - perguntei.

- Tentando descobrir quanto tempo você vai levar para começar a celebrar e se vangloriar que ela disse "papa" antes de " mama".

- Yuuuppiii!!! - comecei a celebrar - Você ouviu? Ela falou " papai" primeiro!

- 30 segundos! - disse ela - Bem, até onde eu sei, esse som pode ser qualquer coisa. Pode ser tanto o " papá" que ela come quanto pode ser até " papel". Lembra?

- Você está é com inveja! - falei, sem acrescentar que ela estava com razão também.

Os bebês da idade da Jureminha geralmente são capazes de reproduzir uma série de sons. Pequenos fonemas como: ma ma, ga ga, pa pa, va va; entre outros. Esse exercício vocálico vai ajudar a estruturar as cordas vocais e todo aparelho fonador para a fala que não vai tardar a ocorrer; contudo esses sons são vazios de significado, uma vez que eles podem se referir tanto a alguma coisa externa quanto interna que o bebê esteja sentindo ou pode ser apenas uma brincadeira.

O " papa" da Jureminha só seria uma palavra como a entendemos, se ela a usasse para me chamar, se eu saísse do seu campo de visão. O que não ocorreu, uma vez que ela passou a usar " papa" em qualquer situação.

Ainda teríamos que esperar mais uma semana para ouvir a primeira palavra dela e não foi " papai".

E se vocês quiserem saber qual palavra foi essa, terão que esperar uma semana também...

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply