quinta-feira, janeiro 12, 2012

A Fuga


" Liberdade é prender-se por própria vontade para alcançar o que é de nossa idade"

Deixar algo pela metade é um tiro no pé. É água fria em sonho quente; é no meio da felicidade, querer estar descontente. É a fuga desesperada de alguém que não agüenta perder e quer se convencer que não terminar algo é a melhor forma de lidar com o desconforto de assumir um compromisso.

Essa fuga é um achatamento do ser, é desrespeitar as forças e as pessoas que entraram em movimento ao redor dela para seu desejo cumprir.

Fugir assim é começar um ciclo de jornadas incompletas e sonhos desconstruidos que repercutem em tudo mais que se quer realizar e quando todo o resto não dá certo, ainda culpamos o inimigo por pura ignorância de não termos coragem de investigar o nosso próprio umbigo.

O que é uma pena, pois a alma vai ficando pequena pela preguiça mental de não querer se fadigar com o preço a pagar por se melhorar.

E o pior é que ainda encontraremos uma desculpa para nos convencer que o melhor foi fazer o nosso pior.


Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply