quinta-feira, janeiro 05, 2012

A Dançarina

Move-se a bailarina, preenchendo o ar com a sua dança.

Dança tão suave, tão linda, como se tivesse nascido bailando, bailando não nasceu, nasceu chorando, negando o que lhe traria alegria.Foi funcionária pública, foi demitida, foi para a rua da renúncia e fez da queda, uma dança.

Quis dançar, não teve apoio da família, mas lutou, encontrou tempo e coragem, e voou, enfrentando até o preconceito de quem dizia que ela era muito velha para ser bailarina, mas ela sabia, ahhh...ela sabia, que a dança sempre esteve lá, esperando que ela desse o primeiro passo, esperando que ela se manifestasse e ela se manifestou...

Daí, dançou e dançou e percebeu, que não doeu tanto assim se arriscar e abraçar o que lhe dava alegria; o sofrimento estava em tudo o que ela não fazia com amor; sabendo disso, se libertou e sua dança, ahhh...sua dança voou como o voo de uma pássaro raro e único, sua dança é flor rara desabrochando no palco, cada passo são dedos tocando os nossos olhos, mãos percorrendo o nosso corpo, carinho em nosso coração.

E pensar que essa dança ficaria perdida, se ela não tivesse lutado para seguir o que lhe dava alegria.

E ela dança e dança por ela, por mim, por você e por todos aqueles que não dançam pois não seguem a grande aventurança de ser conscientes em vida e trabalhar com o que lhes dá alegria, todos aqueles que inventam desculpas para continuarem assim, com desculpas...

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply