sexta-feira, outubro 28, 2011

Rápida



A vida passa rápido, às vezes não dá tempo de fazer nada. Quando vimos, já passou. Quando vemos, já fomos. E cadê o tal do amor?

Quem falou que para cada panela há uma tampa, é um pilantra da propaganda enganosa amorosa. Quem disse que todo mundo tem um tampa de laranja não sabe o que é passar a vida inteira chupando bagaço. Sim, olho para trás e amor, só em novela do canal quatro.

Já fiquei para titia, e desconfio que ficarei para velhinha que anda com cachorro babão, que tem gato gordo na janela, que vai para feira agarrada no braço de outra velhinha de cabelo azul.

Acho que escolhi demais. Acho que não deve haver mesmo esse tal de príncipe, mas a essa altura qualquer sapo serve. Alguém conhece algum Cururú que não seja gay ou casado com uma amiga?

Vou tentar a internet, quem sabe não acabo convertendo esses cafajestes que só querem transa sem compromisso a ficar mais tempo comigo? Alguém conhece um bom site?

Quer saber? Vou esconder o menino Jesus do Santo Antônio de novo, vou fazer macumba em encruzilhada, vou ligar para a cigana "vidente" que diz que faz amarração em sete dias, vou fazer qualquer coisa, mas preciso provar para mim mesmo, que posso ser amada, nem que eu tenha que comprar esse amor. Quanto custa um homem inteligente que acorde de bom humor?

Só não quero que a vida passe assim tão rápida e eu fique sem experimentar um pé de saia que, ao menos, me vista de carinho...

Ass: Donzela dos Vinte e Poucos

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply