quarta-feira, julho 13, 2011

OS QUE NÃO SÃO MAIS NASCIDOS


Dentro do ônibus, sentado à janela, tento terminar meu livro; os olhos pesam, quero descansar, fecho os olhos, respiro fundo, mas sinto uma presença perto de mim.

Abro os olhos, não tem ninguém ao meu lado.

Fecho-os novamente, e começo a perceber a presença de novo, e com ela, pensamentos que não são meus, uma certa tristeza que não é minha. Meu sentido de " se cuida" apita, meus mudras* de proteção ficam em alerta, mas os pensamentos apenas se apresentam, não forçam passagem, a presença pede permissão e a deixo falar:

" Foi mais fácil me perder nas sensações. Cai facilmente nas armadilhas da matéria sem qualquer resistência. Quando eu vi, já era tarde demais para me libertar do vícios da carne e da mente. Do lugar onde estou, vejo tudo que se passou e o que poderá vir a ser, porém, vejo também o que poderia ter ocorrido. Vejo todos os universos que poderiam ter sido construídos por minhas mãos, as estrelas que explodiram e os planetas que não floresceram pois tive medo de me relacionar. Percebo o quanto eu poderia ter crescido e auxiliado o Poder Maior, porém, a oportunidade passou e tudo o que me resta é esse rabo entre as pernas daqueles que não são mais nascidos. Essa mensagem não é mais um texto espírita de lamentação, nem muito menos vou ladainhar em busca da sua atenção ou da sua pena, porém, eu gostaria de tentar ao menos, passar através desses escritos, a tristeza de um espírito caído, por isso, pedi a esse cronista do cotidiano, que pudesse servir de intermediário para que os meus escritos possam chegar até você... você que eu nunca ajudei, você que não amei, você que nunca dei a mão. Você que nunca tive a honra de conhecer, esse texto é para você! Pois quem sabe, se o Grande Pai permitir, eu possa, ao menos, por ele, conseguir chegar até você e realizar um pequeno trabalho, trabalho pequeno que possa ser útil a você e que por esse trabalho, minha existência tenha valido a pena, ou como diz o escritor, a crônica."

*Mudras: A gesture or position, usually of the hands, that locks and guides energy flow and reflexes to the brain.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply