segunda-feira, julho 18, 2011

Ao Vento



"Há pessoas que nasceram para ser moinhos e outras para ser cata-vento".

É muito fácil reclamar das mazelas da vida, difícil é enxergar quantas oportunidades são perdidas por não termos coragem de agarrá-las.

Não temos coragem de agarrá-las, pois estamos tão habituados a lidar com o fracasso e com a preguiça, que o mínimo esforço para mudar a nossa atitude, dá um cansaço danado.

E esse cansaço vai pouco a pouco se espalhando por todos os cantos da nossa vida de tal forma, que quando nos damos conta, viver se tornou exaustivo.

É a exaustão que constrói as paredes das nossas zonas de conforto e nos permite a segurança do " mais do mesmo". Trabalhar, se esforçar para melhorar exige sacrifícios diários e nem todo mundo está disposto a pagar esse preço.

O que é uma pena, pois quando a Prosperidade chega, ela quer ser recebida com entusiasmo e coragem para trabalhar, e ao encontrar o nosso rosto exausto e a nossa falta de vontade, a Prosperidade, essa menina linda e caprichosa, acaba decidindo ir bater em outra porta, na casa de gente disposta a não jogar as oportunidades ao vento.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply