quinta-feira, junho 09, 2011

Arrependimento e Remorso


Não sei em que momento, dei voz e ação aos meus impulsos mais inferiores e perdi a noção dos valores, pelos quais, fui criado. Porém, eu sei que sempre busquei um caminho mais rápido para alcançar o estrelato da posse daquilo que torna a vida muito mais confortável e acabei fazendo o que fiz e aqui estou encarcerado.

Nenhum psicólogo talvez consiga traçar as razões que me trouxeram para esse caminho, afinal, não comi do pão amassado pelo diabo, pelo contrário, sempre tive tudo, atenção e carinho.
Não sou obra da desigualdade social, e para ser sincero, nem eu sei bem o que houve comigo, tudo o que eu sei é que uma coisa leva a outra, e passei do furto ao roubo, em um piscar de notas e hoje, nesse mundo sem janelas e sem portas, comecei a pensar que talvez tivesse sido melhor se eu tivesse optado pelo caminho do trabalho.

Sim, estou provando das lições do remorso; remorso este que não vem das lembranças do que tirei das pessoas, nem daquelas, cuja a vida ceifei ( elas reagiram. Eram elas ou eu); essa consciência ardida vem quando eu lembro da minha mãe que mesmo sabendo que o seu filhinho querido virou um bandido, ainda assim, me ama e me quer bem e esta sempre comigo. Por causa dela, penso em deixar essa vida, mais só penso, pois sei, que embora agora eu queira mudar, só sinto isso por estar preso e por não querer ver minha mãe chorando.

Eu sei, caro leitor, que você esperava ler uma crônica sobre redenção, porém, saiba amigo que assim que eu sair daqui, bastará a primeira oportunidade para eu voltar a fazer o que faz a gente que é igual a mim.

Um comentário:

Anônimo disse...

Ha atos que só Deus podem entender e talvez perdoar. Não sei e tambem não entendo o motivo de tantas pessoas acharem vantagem em tirar algo que não lhe é seu...em que momento da vida sua propria vida foi corrompida...seja lá o motivo, há vidas pra isso ser corrigido e pago da devida forma.
Auri

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply