sexta-feira, outubro 08, 2010

TROPA DE ELITE 2: PEDE PARA ASSISTIR

Fui assistir a estréia do Tropa de Elite 2; e novamente, saio surpreso do cinema: sim , podemos fazer um bom filme no Brasil e sim II, é possível passar uma grande mensagem por meio de um filme, sem parecer catequese.

Se o primeiro filme rendeu mais discussões sobre o poder da pirataria do que a truculência policial; dessa vez, o diretor José Padilha criou um plano de mestre para que o filme não caisse em cópias da rua.

Segundo o site da revista INFO: “Tropa de Elite 2” chegou hoje à 636 salas de cinema do país com uma diferença em relação à primeira parte da história: o filme não vazou na web nem foi pirateado. “Tropa de Elite 2” foi blindado por seus produtores. Exibido pela primeira vez em um cinema em Paulínia, na noite de terça-feira, a produção do filme não poupou nem mesmo a imprensa de seu pente fino. Jornalistas e convidados passaram por detectores de metal e tiveram suas bolsas revistadas a fim de evitar a entrada de câmeras filmadoras. Na produtora que editou o filme, a segurança também foi reforçada. Os computadores tiveram a conexão com a internet bloqueada e seus HDs foram criptografados. O laboratório que fez a cópia dos filmes que irão para os cinemas também contou com segurança reforçada 24h. Além disso, cada película terá uma identificação própria, que será projetada na tela do cinema, mas será invisível a olho nu. O objetivo é identificar onde as cópias piratas foram capturadas.

Toda essa ação torna clara uma realidade brasileira: a polícia não dá de conta da pirataria. O que não deixa de ser uma atração extra para a acusação que o filme faz, estamos vivendo, todos nós, sempre à margem da lei, e se poucas são as pessoas qeu se salvam das pequenas corrupções, imagina o que se passa na cabeça de um policial em meio as tentações e pressões da corrupção.

Wagner Moura retoma o personagem mais marcante de sua carreira, o capitão Nascimento. Dez anos mais velho, cresce na carreira: passa a ser comandante geral do BOPE, e depois Sub Secretário de Inteligência. Em suas novas funções, Nascimento faz o BOPE crescer e coloca o tráfico de drogas de joelhos, mas não percebe que ao fazê-lo, está ajudando aos seus verdadeiros inimigos: policiais e políticos corruptos, com interesses eleitoreiros. Agora, os inimigos de Nascimento, são bem mais perigosos.

O filme toca bem na ferida que esse país ainda precisa curar: educação".

Educação na hora de votar, educação para compreender que parte da violência que nos ataca na rua, vem de algo mais profundo, nasce na nossa ignorância em não compreender a nossa participação nisso.

Sim, cada DVD pirata nos aparelhos das nossas casas é parte da engrenagem que move um dinheiro sujo que começa no prazer de quem acha que o seu "pequeno crime" é inofensivo chegando ao sangue derramado no tráfico, ao deputado mil vezes votado financiado por milícias, traficantes e toda sorte de bandidagem, sendo a pior delas, aquela do colarinho branco.
Como diz o site Cine Pop:

" Com o peso de fazer jus ao primeiro longa, 'Tropa de Elite 2' cumpre a missão dada. A violência e a corrupção na polícia continua em pauta, mas desta vez a trama elobora assuntos mais ambiciosos e assustadores.

Ao invés de culpar os riquinhos que compram drogas e financiam o tráfico no país, mesmo que usando apenas uma carreira de pó, a sequência vai além e começa a mostrar que o buraco é mais em cima: os políticos usufruem de qualquer situação para conquistar dinheiro e fama, e recebem apoio dos demais corruptos.

Moura continua roubando a cena, e está ainda mais à vontade com o personagem que o consagrou. Seu talento é indiscutível. André Ramiro e Milhem Cortaz também retornam como André Matias e Capitão Fábio, e continuam em atuações dignas e talentosas.

O roteiro de Braulio Montovani, mais complexo e polêmico, traz de volta todos os acertos do original, como as frases de efeito que cairam no gosto popular.

"Pede pra sair”, "O Senhor é um fanfarrão" e "Faca na caveira, nada na carteira" dão lugares a novas frases que devem conquistar o público, como "Tá de pomba-girice comigo?" e "Quer me foder? Me beija".

Padilha continua corajoso e ousado na direção, e repete a fórmula usada no primeiro além de adicionar elementos de seu premiado documentário 'Ônibus 174', de 2002.

Para muitos, 'Tropa de Elite 2' será o blockbuster de ação do ano, com direito a efeitos especiais importados, cenas de ação mirabolantes e um enredo inteligente. Mas no fundo, é muito mais. Um retrato frio e cruel, porém realista, da nossa realidade.

Afinal, "Qualquer semelhança com a realidade é apenas uma coincidência. Essa é uma obra de ficção".


Fonte: http://www.cinepop.com.br/criticas/tropadeelite2_101.htm
Fonte II: http://info.abril.com.br/noticias/internet/estreia-de-tropa-de-elite-2-vence-pirataria-08102010-5.shl

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply