quarta-feira, setembro 01, 2010

O AMOR REAL – SER, PRESENÇA E CONSCIÊNCIA

(Transbordando... Em Espírito e Verdade)

“Uma pessoa deve sempre oferecer uma prece de agradecimento pelo amor que despertou no outro.”

Muitas pessoas só valorizam um amor quando estão sozinhas.
Contudo, o amor é transbordante... É um estado de consciência.
E, nesse mundo transitório, ninguém ganha ou perde nada.
Porque até a chance de viver e amar vem do Papai do Céu.
É um presente. Vem do Coração de Deus para o coração do homem.
Ah, quem ama, naturalmente transborda...
E sabe que o amor é maior do que o amante e o ser amado.
Por isso, não se perde... Pois há uma luz em seu coração.
E, mais do que um encontro, o amor faz mesmo é um reencontro...
Faz a luz reconhecer a luz dentro do próprio homem.
Ensina - não o verbo “ter” -, mas, sim, a SER.
Quando alguém ama, realmente, dá a si mesmo... O próprio espírito.
E o seu coração escuta uma canção secreta – a melodia das esferas astrais.
E isso não cabe em palavras. Aliás, não cabe em coisa alguma.
E só o Grande Arquiteto Do Universo é que compreende isso.
No entanto, os poetas tentam dizer algo, mesmo que de forma imperfeita.
Porque, quem escuta a música das esferas*, quer compartilhá-la...
E, mesmo com todas as limitações, eles falam do amor que transborda.
E, assim, transbordam mais ainda...

P.S.:
O amor arde sem abrasar...
Quem ama, sabe.
É um presente.
É consciência.
Não se explica.
Só se sente...
Não é “ter”.
É SER!**

(Dedicado aos que compreendem além da limitação das palavras, porque sentem algo a mais... Um Amor. Uma Luz.)

Paz e Luz.

- Wagner Borges – tentando SER.
São Paulo, 26 de agosto de 2010.

- Notas:
* "Escutai em vós mesmos e olhai no infinito do espaço e do tempo. Lá retumba o canto dos Astros, a voz dos números, a harmonia das Esferas. Cada sol é um pensamento de Deus e, cada planeta, um modo desse pensamento. Almas!... É para conheceres o pensamento Divino que descei e subis penosamente a estrada dos sete planetas e seus sete céus.”
- In Hermes Trismegistro; Sabedoria hermética -
** Certa vez, perguntaram a Paramahamsa Ramakrishna se Deus existia mesmo. Com seu jeito de menino, ele riu e disse o seguinte: "Se até eu e você existimos, por que é que Deus não existiria?"
E, enquanto eu passava essas linhas a limpo, lembrei-me da risada dele e do quanto ele me ajudou ao longo dos anos – e continua ajudando...
Então, selecionei alguns dos seus toques conscienciais preciosos e estou acrescentando-os aqui nessa nota, para enriquecer esses escritos de hoje.
Espero que a sabedoria e o perfume espiritual de Ramakrishna viajem junto e iluminem muitos corações por esse mundão de Deus...
Seguem-se os mesmos logo abaixo.

“Flutuo no ar e respiro O Grande Amor.”
“Os avatares (emissários divinos) são locomotivas espirituais carregando vagões cheios de almas para Deus.”
“Viva no mundo, mas não seja do mundo.”
“Enquanto vivo, aprendo.”
“Ninguém é estranho!”
“O Amor não tem motivo para amar. Ele é o próprio motivo.”
“Deus é e não é! Só Ele é que sabe o que É.”
“Encontrarás a tua casa no coração de cada criatura viva.”
“Não seja traidor dos seus pensamentos.”

- Paramahamsa Ramakrishna: mestre iogue que viveu na Índia do século XIX e que é considerado até hoje um dos maiores mestres espirituais surgidos na terra do Ganges. Para se ter uma idéia de sua influência espiritual, posso citar que grandes mestres da Índia do século XX se referiram a ele com muito respeito e admiração, dentre eles o Mahatma Ghandi, Paramahamsa Yogananda e Rabindranath Tagore.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply