sexta-feira, setembro 03, 2010

GAIA – NOSSA LINDA MÃEZINHA QUERIDA

(Toques Ecológicos da Companhia do Amor)

Dizem por aí que a Terra é um planeta de provas e expiações.
Mas isso não é verdade. O planeta é lindo demais.
Em sua maioria, os espíritos que reencarnam por aqui é que são complicados.
Descem à Terra trazendo mazelas de outras vidas...
E, alguns, até mesmo trazendo lambanças feitas em outros orbes.
E, agora, ficam reclamando logo do planeta que os acolheu?
Ô gente ingrata! Que cospe no prato que come e ofende quem os acolhe.
E, além de não agradecer à Mãe Terra, ainda detonam os seus recursos naturais.
Na verdade, quem diz que o lance é de provas e expiações é a própria Terra.
Às vezes, Ela se pergunta o que fez de mal para receber gente tão complicada.
Será que a humanidade é o teste do planeta? Os homens são a expiação da Terra?
Ô gente tiririca! Que mais parece uma horda famélica causando destruição...
Dentro do corpo, reclamam. Fora do corpo, também. Nunca estão satisfeitos.
E o planeta é que paga o pato de suas neuroses e falta de respeito e gratidão.
Não é à toa que a Terra, às vezes, dá uma sacudida e manda uma galera embora.
E, quando Ela enjoa de ver tanta lambança, vomita sua insatisfação pelos vulcões.
Ô gente tonta! Que anda respirando as cinzas de suas próprias queimadas.
E que galera porca, que deixa o petróleo vazar no mar e destruir o meio-ambiente.
E depois se dizem civilizados... Coisa nenhuma! Carma* neles!
Olhem as baleias e os golfinhos sendo dizimados por embarcações tenebrosas...
E, depois, os comparem com os seus caçadores, e vejam quem é animal mesmo.
E os homens de ternos vistosos, que mandam desmatar sem bom senso e respeito...
São produtores de chagas na pele do planeta. São como vírus infectando Gaia**.
Ô gentalha! Que sequer merece os corpos que ganha para evoluir na Terra.
Mas, Lei é Lei! E o Dr. Carma está de olho. E ele sabe que, quem semear, colherá!
E Ele garante que, “o cabeça-dura de hoje, será o cabeça-mole do futuro”.
Ninguém engana a Natureza, nem na Terra, nem no Astral.
Ah, Papai do Céu, dê um jeito nessa “gente sem jeito”.
E dê forças a Gaia, para ela aguentar o tranco de suas provas.
E, quem sabe, enfim, a galera desperte...
Para que não haja mais provas e expiações para o planeta.
E, sim, mais música, poesia, arte, cultura, ecologia e consciência.

P.S.:
Pois é isso. A Companhia do Amor também é ecológica.
Afinal, também iremos reencarnar na Terra, oportunamente.
E queremos ver o planeta verdinho e em dia, cheio de parques.
Dá-lhe, Terra!

- Companhia do Amor*** –
A Turma dos Poetas em Flor.
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges – São Paulo, 24 de agosto de 2010.)

- Notas:
* Carma - do sânscrito “Karma” - ação; causa – é a lei universal de causa e efeito - Tudo aquilo que pensamos, sentimos e fazemos são movimentações vibracionais nos planos mental, astral e físico, gerando causas que inexoravelmente apresentam seus efeitos correspondentes no universo interdimensional. Logo, obviamente não há efeito sem causa, e os efeitos procuram naturalmente as suas causas correspondentes. A isso os antigos hindus chamaram de carma.
** Gaia – do grego – Mãe Terra.
*** A Companhia do Amor é um grupo de cronistas, poetas e escritores brasileiros desencarnados que me passam textos e mensagens espirituais há vários anos. Em sua grande maioria, são poetas e muito bem humorados. Segundo eles, os seus escritos são para mostrar que os espíritos não são nuvenzinhas ou luzinhas piscando em um plano espiritual inefável. Eles querem mostrar que continuam sendo pessoas comuns, apenas vivendo em outros planos, sem carregar o corpo denso. Querem que as pessoas encarnadas saibam que não existe apenas vida após a morte, mas, também, muita alegria e amor.
Os seus textos são simples e diretos, buscando o coração do leitor.
Para mais detalhes sobre o trabalho dessa turma maravilhosa, ver os livros "Companhia do Amor - A Turma dos Poetas em Flor – Volumes 1 e 2" - Edição independente - Wagner Borges, e sua coluna no site do IPPB (que é uma das seções mais visitadas no site): www.ippb.org.br.
Obs.: Enquanto eu digitava essas linhas, lembrei-me de outro texto da Companhia do Amor, recebido em 1998, e posteriormente publicado no primeiro volume do livro “Companhia do Amor – A Turma dos Poetas em Flor”. Segue-se o mesmo logo abaixo.




TEMPO DE CONSCIÊNCIA

Cabelos, olhos, peitos e coxas, só acessórios, brinquedos que o tempo leva.
Amor, luz e alegria, brilhos da consciência lúcida, que o tempo e a morte não tocam.
Lábios se abrem e juras de amor são feitas.
Mas, o tempo segue... E os brinquedos estragam.
Só fica o que a consciência é!

* * *
A vida é só um jogo. Cada um joga como quer.
Alguns apostam alto, enquanto outros roubam as fichas.
No entanto, o carma também joga, e a sua aposta é a mais pesada.

* * *
Algumas pessoas tentam burlar as leis da vida. São tolas mesmo!
Enquanto tentam “enrolar” no jogo, o carma vai enrolando os fios de seus atos nas malhas da dor.

* * *
O tempo segue... E os brinquedos vão para baixo da terra.
A consciência segue além... Pois ela é o que é!

* * *
Brinquedos, carma, vida e consciência.
Isso é apenas um pequeno texto da Companhia do Amor...
Para lembrar ao leitor que o tempo segue...

* * *
O tempo segue... A carcaça física, embalagem de viagem, envelhece.
Contudo, a consciência, passageira sutil no plano físico, não envelhece nunca.
Essa, o tempo só renova.
De experiência em experiência, ela evolui e sua luz fica mais bela.
Este é o segredo da vida: o corpo se desgasta, mas a consciência é imortal.
Por isso, ela sorri, ama, conhece e vive.
O tempo segue e a consciência também...

— Companhia do Amor —
A Turma dos Poetas em Flor.
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges – no ano de 1998 – Texto extraído do livro “Companhia do Amor – A Turma dos Poetas em Flor.)

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply