quinta-feira, setembro 02, 2010

DEVER DE CASA: LEMBRAR!

Estamos aqui para lembrar,é isso!

Lembrar na carne, ter coragem de afastar as cortinas da ilusão em plena realidade e espiar as maravilhas da criação sendo manifestadas em nós mesmos, aqui e agora, criaturas criadas, para todo o sempre, amém.

Despertar para lembrar é dever de casa, lição da Terra. Dúvida? Não tem problema, te encontro daqui a pouco, cada um no seu ritmo, no seu lema, fica aí, que eu já vou!

Conversando isso com um amigo que abandonou os estudos espirituais, ele afirmou que não quer lembrar, disse que se tivessemos mesmo que recordar algo, teríamos nascido já com essa lembrança. Ele tem razão, mas também tem muita mágoa. Quem sai desse caminho e desiste dessa jornada, no mínimo é uma pessoa magoada com algum mestre meia-de-jegue ou com algum pedido não atendido. Ouvido de Deus não é penico, como diria Jagger: "Você não tem tudo o que você quer, mas se tentar, acabará descobrindo que pode conseguir o que você precisa". Como diria também Vovó Geralda: " para de pedir e vai trabalhar para conseguir".

De certa forma, ele tem razão, quando afirma que deveríamos nascer com o manual da lembrança espiritual; mas só fica sem ela, quando o lembro que se seguirmos mesmo essa lógica, poderíamos também dizer que se tivessemos que ter dinheiro, teríamos também nascidos ricos. No pain, no gain, my dear! Sem esforço, sem bolo! Pois para ter lembrança plena de quem somos ou ao menos, do nosso potencial na carne, é preciso recordar o nosso potencial original e isso ocorre com muito trabalho, paciência, serviço e com muito discernimento.

É claro, temos todo o direito de continuarmos com o lema : ignorância é benção; mas chega um tempo em que essa relutância em perceber o que se descortina além do que há em nosso banheiro, passa da ignorância para a covardia. Trato disso com conhecimento de causa,pois já fui covarde da verdade, e se hoje busco me desfazer das mentiras que inventei para mim mesmo, é que sofri mais não sabendo, do que quando buscava essas verdades, por isso, busco coragem e força para continuar essa jornada de conhecimento de mim mesmo, e o faço, não para ganha o céu, mas para ter uma vida consciente na Terra, afinal, harmonia e equilibrio são frutos que colhemos quando plantamos conhecimento e afastamos o medo de crescermos e nos tornarmos mais atuantes e auto-suficientes nesse espaço e tempo chamado existência.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply