terça-feira, agosto 24, 2010

PORQUE VOTAREI NA MARINA

Fujo do assunto eleição, não escrevo sobre política, pois sei que o tema inflama discussões, destrói amizades, separa pessoas em esquerda ou direita. Como sou mais do "meio", e caminho sempre na ponte da reconciliação, sempre evito escrever sobre o assunto, mas, o poder da pena é maior que a minha vontade e cá estou eu, ao invés de ficar com os dedos amarrados, solto-os para que façam a vontade do insight e da inspiração, daí, não tive escolha outra que não, revelar a minha opção de voto em crônica, mesmo correndo o risco de perder leitores e desapontar corações; e em voto lhes digo, que a minha opção será na pequena Marina Silva, do partido que representa, ao menos, um símbolo em que eu ainda acredito que valha a pena lutar: O Verde.

Claro, que não sendo tolo, sei que Marina não tem a menor chance nesse ringue entre partidos que dominam os senados da nossa Roma-Brasília; nem tampouco voto nela por querer defender os "underdogs", aqueles que não tem a menor chance, nada disso at all! Votarei na Marina por seus príncipios, pela sua fala, pela maneira como ela segue as suas idéias e por representar algo original nesse mundo político do mais que o mesmo.

Nada tenho contra a outra candidata que parece ser um clone fabricado por seu criador ou do outro candidato que fala, fala, mas não diz nada. Eles que continuem nessa quebra de bandeiras que representa o pensamento de boa parte da nação brasileira. Porém, há muita coisa na Marina que respeito num líder e gostaria de ver num político que me representaria em Brasília: força de vontade, sensibilidade, respeito a natureza, coragem para dizer "não" se o que for proposto contrariar o que se é pregado, honestidade e integridade.

Marina pode ser mulher e negra, mais isso pouco infere em minha decisão, acredito que para ser um líder decente, pouco difere se você é branco, homem, mulher ou amarela. O que importa é o conjunto e o que é tocado.



Não me importo por ela ser evangélica, muito embora, muito me preocupa qualquer aproximação entre política e religião, mas algo que me fez tomar essa decisão de votar na Marina, foi justamente perceber que existe um preconceito muito grande em relação a essa parcela da população que prega a fé cristã e Marina sempre deixou bem claro, que a sua opção religiosa nada influenciará em suas ações como presidente se for eleita.

Eu votarei na Marina, como já disse, mesmo sabendo que ela não vai ganhar. E esse voto, talvez, seja o voto mais consciente que darei na minha vida de eleitor, mas saibam, queridos leitores, ele representa a minha vontade e é fruto de muita meditação, justamente porque Marina possui um discurso que tem mais a ver com o que eu acredito e seja qual for a sua opção de voto, espero que continuemos amigos, afinal, discernimento e conhecimento antes de votar deveria ser lição de escola, e embora o voto da maioria pode ser, às vezes, meio donkey, principalmente se Tiriricas e Mulheres-Frutas forem eleitas, ainda acredito que o voto é a melhor arma que temos para defender os nossos direitos e colocar no poder um verdadeiro líder.

Para saber mais sobre a candidata, acesse:
http://www.minhamarina.org.br/home/home.php

3 comentários:

Maria Clara disse...

Mais uma vez mostrou um texto simples, direto e belo, com clsse como sempre o faz. Parabéns!!!

Cadu Lessa disse...

Oi Frank,

Ótimo texto. Apesar de não votar na Marina, e sim na Dilma, acredito que você tem uma boa dose de razão. Seus argumentos são consistentes. Só acredito que a Marina não esteja preparada para o cargo e pra esse momento que o país vive hoje. Mas é um excelente quadro político e tem o meu respeito. E como vivemos numa democracia, o respeito pela opinião contrária deve vir sempre em primeiro lugar.

Por isso, fique tranquilo: você não perdeu um leitor. Ganha, cada vez mais, um admirador.

Abraços,
Cadu Lessa

Camilla disse...

Frankito! Eu te amo de qq jeito, mesmo se vc votar no Serra (brincadeirinha gente).

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply