sábado, julho 31, 2010

A TOY AND A BOY STORY

"Todo menino é um rei;
Eu também já fui rei"
Roberto Ribeiro

"Hoje, aonde está aquele menino
Que, em minha alma era um rei?"
Gê Marques

Saio do cinema, pensando nos brinquedos que eu tive na minha infância, tentando lembrar o que aconteceu com eles. Não lembro se os doei, se os dei para outro menino; nem lembro direito do formato daquele robôzinho que era febre nos anos 80 e todo moleque queria um; nem sei se consigo ainda recordar as curvas do fliperama ou as notas do banco imobiliário. Que fim levaram os meus playmobils? Eu tinha a coleção dos astronautas e morria de inveja do Ricardo, aquele gordinho rico do segundo andar, que possuia a fazenda, a empresa, a construção, os piratas e pelos menos outras dezenas de coleções daqueles bonquinhos com cabelo dos Beatles que Lego nenhum consegiu imitar. Ah, mas eu lembro dos meus gibis, muito bem, pois ainda carrego eles comigo.

Termino de assistir o Toy Story 3 e sou o Andy, o menino crescido do filme, tentando guardar para sempre a infância nas formas do Woody, o cawboy amigo e valente; sim, ainda guardo comigo os meus Woodys, na forma dos gibis dos meus heróis favoritos. Minha esposa nunca entendeu porque eu os coloco lado-a-lado com os meus livros de literatura, explico: dentro de cada gibi, posso ver a fotografia do menino que habitava em mim e que ainda mora em minha alma, apesar de fisicamente ter crescido ter mudado, passado a pensar em outras coisas, outros valores; e esses gibis são o meu jeito de lembrar para o meu eu-adulto: não se esqueça desse menino!

Nos gibis aprendi valores que carregarrei comigo por toda a eternidade. Aprendi sobre a amizade, o bom senso e bondade humana que resiste contra todos os ventos contrários. Sim, um dia, terei que doar essas lembranças vivas para outra criança, quem sabe, nas formas dos meus futuros filhos.

Até lá, cultivo esse egoísmo inofensivo de carregar comigo os meus gibis, os meus brinquedos, e acordando, de vez e sempre, o menino da minha alma.




Um comentário:

Anônimo disse...

ameiiiiiiiiiiiiiii,e vc tem toda razão,essas lembranças nos fazem um bem retado mesmo,hoje qd releio para meu bb as estorias q me contaram,uma parte de mim lembra que nao devo esquecer dq ja fui e dq provavelmente ainda sou.

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply