segunda-feira, julho 26, 2010

CAMINHO DAS LETRAS

Sobre o Dia do Escritor:

Desde criança eu brincava com as letras,
Cresci meio besta
E tornei-me um escritor perneta
Meio torto, meio mambembe,
Escrevendo essas coisas
Que a gente
gosta,
Mas dizem os críticos,
Não é literatura!
É só prosa...
E daí?
Ainda assim gosto dessa aventura...

Ps: pensando nesses versos tortos, lembrei-me de Clarice Lispector:

A PALAVRA
"Então escrever é o modo de quem tem a palavra como isca: a palavra pescando o que não é palavra.
Quando essa não-palavra – a entre-linha- morde a isca, alguma coisa se escreveu. Uma vez que se pescou a entrelinha, poder-se-ia com alivio jogar a palavra fora. Mas aí, cessa a analogia. A não-palavra, ao morder a isca, incorpora."

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply