sexta-feira, junho 11, 2010

Louvação a Oxum - Maria Bethânia

Um comentário:

juanmarkus777 disse...

... e corre o rio Oxum, a morada da mais bela Iyabá,a rainha de todas as riquezas, a protetora das crianças, a mãe da doçura e da benevolência.
Linda canção do Roberto Mendes e do Ordep Serra, que foi feita especialmente para o disco Olho D'Água, justamente para a Bethânia cantar. E ela cantou toda a majestade da rainha de todos os rios e cachoeiras,a Ialodê. Oxum, a deusa mais bela e a mais sensual do Candomblé, na voz sagrada, poderosa e encantada da Bethânia, ganha ainda mais estrelas, como que universos abstratos e infinitos que são, refletidos em nossas retinas. Bebendo sempre na fonte do bom gosto, a Bethânia sempre soube escolher o que cantar e como cantar e a noite se transforma numa canção e o dia povoa a terra.Sempre com a luz da boa fortuna, no diamante invencível da sua voz. Para Oxum, as crianças são o seu zelo, verdadeiras jóias, daí ser a protetora delas.Para a Bethânia, suas canções são seus filhos e filhas, que ela cuida com o máximo cuidado, respeito e atenção. Rios, cachoeiras, nascentes, lagoas. Luz dourada sobre elas refletindo e trazendo a purificação. Bethânia que de lá chega. Da Purificação, que é de Sto Amaro. Salve Oxum! Salve Bethânia, a "Senhora do Vento Norte" com seu manto de sal e espuma!!!

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply