quinta-feira, maio 20, 2010

Sou Umbandista, Sou Cristã, Sou Hinduísta, ou Xamã?

Por Auricélia Oliveira

Mais que coisa mais difícil é explicar o que sou,
Isso, sem querer ser uma coisa ou outra;
Mais que coisa mais difícil é responder quanto à religião
Às, vezes por pura preguiça, digo apenas que sou espiritualista
Dificil mesmo é fazer entender que não sou isto ou aquilo,
Que tenho um Buda de madeira em casa e a ele reverencio
Sem ser Budista, é claro
Que tenho um elefante lindo e colorido "Ganesha" em minha parede
Sem ser Hinduísta, é claro
Que tenho minha Mãe Iemanjá retratada numa boneca que fiz
Sem ser Umbandista, é claro
Que tenho um Cristo me sorrindo num quadro à minha porta
Sem ser Cristã, ou católica é claro
Que tenho meus maracás, penas, penachos
Sem ser Xamã, é claro
Que tenho meus símbolos judaicos
Sem, ser judia é claro
Que tomo da sagrada Ayahuasca,
Sem ser daimista, é claro
Mais que coisa estranha essa, de termos que nos retratar
Retratar para a sociedade, me retratar pra minha família...
Mais que coisa mais chata é ter que escrever num ficha de emprego qual é a minha religião...mas o que isso interessa? Será que a minha condição religiosa vai me fazer mais ou menos preguiçosa, inteligente, capaz? Ser macumbeira, cristã, hinduísta ou xamã faz alguma diferença no mundo capitalista?
Ás vezes é mais fácil dizer o que querem ouvir...por isso já estou expert nisso...
Nos empregos digo que sou católica, pra familia (ah estes já conhecem a metamorfose que sou e já não estranham mais, dizem apenas que sou porra louca..rsrsrs),

Não seria tão mais fácil cada ser entender o que o outro é sem ter que taxá-lo de algo o qual ele tem particulas dessa plenitude...
Tá bom vou dizer a verdade...adoro mesmo um tambor...sons de orixás no congá...tá bom vou dizer a verdade...adoro mesmo o som de mantras ecoando no ar e me levando a estágios alterados de conciência, tá bom vou dizer a verdade...gosto mesmo é de tomar Daime e ir falar com Deus sem intermediários (aliás ouví-lo)...rsrsrsr, tá bom o que gosto mesmo é de me conectar com os Mestres Ascencionados e trabalhar com as chamas divinas...
Poxa, se cada ser soubesse o quanto ganha sendo multi-cultural, multi-espiritual...beber da fonte do que há de melhor de cada uma dessas lindas culturas e lógico, expurgar os montes de porcaria que também há dentro de cada uma, afinal discernimento sempre.
Deixo aqui um pedacinho de uma música recebida quando em um desses momentos, me senti parte do todo sem ao menos ter que novamente me decifrar sobre algo que está em eterna metamorfose, sem pertencer, pois se necessário pertencer, prefiro pertencer a luz infinita que criou a tudo ou o Todo, acho que fica mais abrangente...rsrsr ou então o próximo passo pra me sair dessas saias justas é responder perguntando: Oras, acaso existe outra religião senão o Amor???

"Todas as Linhas"

Vou aprendendo com o meu Divino Pai
Que lá no ceu tem milhares de estrelinhas
E se eu vejo tantas delas lá piscando
Por que eu tenho que dizer que apenas uma brilha?

Vou seguindo meu caminho com amor
Recebendo os ensinos de diversas linhas
Se tenho o Pai e a Mãe para me guiar
Eu sei que não vou me perder em nenhuma trilha

Se tenho um mudrá aprendido na vivencia
E se eu posso cantar para Nanã
Ao mesmo tempo que vejo um Cristo me olhando
Aprendo a amar a Terra com um guia Xamã

E quanto mais subo as asas desse mundo
Mais sinto que o Tudo faz parte do mesmo
Compartilhando e aprendendo com as linhas
Mais estrelas divinas eu lá percebo

Compartilhando e aprendendo com as linhas
Com respeito e amor nesse portal eu chego
Compartilhando e aprendendo com as linhas
Com o Olhar Divino pro Divino eu me atento

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply