sábado, maio 29, 2010

Fragmentos II

Me tira de casa
Pôe eu na rua
Deixa eu viver
Na minha
Você na sua

))))

Não há uma palavra
Um gesto humano
Mesmo distraído
Que não tenha significação

Merleau Ponty


))))

“ Quando eu morrer
Quero ficar...”

Lira Paulistana
Mário de Andrade

))))

Meu maior problema é
Que descobri
Qual é o meu maior problema:
Eu mesmo fiz a lavagem cerebral em mim;
Não pertenço a nenhum lugar!

))))

Ao optar pela linguagem do silêncio
Ganhei a discussão

))))

Meus sonhos estão ficando cada vez mais ousados!
Tô com medo...

))))

Mãe,
Faz logo o sol nascer!

))))

Olha a mesa dele!
Que desorganização!
Com o cargo dele, pelo menos a arrumação da mesa deveria ser uma obrigação!
A vida é mesmo injusta...
Se eu fosse o dono dessa empresa...
Minha mesa?
Como assim, “olha a minha mesa!”?
Olha a sua!!!

))))

OLHA EU AQUI!!!!
OLHA EU AQUI!!!!
OLHA EU AQUI!!!!
Ah, que gosto bom é a atenção!!!

))))

Papai, o senhor tem orgulho de mim?

))))

Uni, duni, o quê?
Não posso ter os dois?

))))

- Parabéns!!! Você conseguiu o que você queria!
- Posso voltar depois e pegar!
- Mas você estava tão ansioso...
- É que depois que a gente consegue, perde a graça!

))))

Era uma vez 4 pessoas
Que eram amigos de Cristo
Mas somente um deles via Jesus de verdade
Quem era ele?
Um dos três religiosos que só falavam Dele
Ou o outro que não tinha a menor idéia de quem era Cristo

))))

Qual é o som do fechar dos seus olhos?
E o que você vê?
Um buraco negro te levando sabe lá pra onde?
Ou estrelas brilhando ao longe?

Um comentário:

Dayse Sene disse...

Interessante, criativo...
"Meus sonhos estão ficando cada vez mais ousados!
Tô com medo..."
Não seja medo...seja emoção.
Tá lindo tudo isso aqui.
Uma ótima tarde.
Abraços.

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply