quarta-feira, abril 14, 2010

O Segredo

Até um segundo atrás,
Eu sabia a resposta,
Ela estava na ponta da língua,
Sedimentada na memória;

Daí, como ouro de sonho
Que se desfaz quando
A gente acorda,
O que era certeza
Foi-se embora!

Eu,
Que não sou bobo,
Não vou lutar com as forças
Que querem
Manter em segredo
As tais "linhas tortas",
E por aqui,
Sigo poetizando
Em versos e prosa,
Aquilo
Que a minha mente tenta tanto
Pescar e reter,
Mas que sempre
Escapa!

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply