sexta-feira, abril 09, 2010

Errando tudo de novo

Estamos vivendo agora igualmente como vivíamos vidas atrás. Explico, nós somos uma banda de uma canção só, tocando os mesmos acordes, sem ousar mudar. Desculpe a analogia musical, mas quando penso em nossas vidas, vejo muito blues e nenhum jazz.

Sim, essa crônica é sobre reencarnação, se você não acredita nisso, passe adiante, e vá ler um livro, mas se você seguir adiante, fique tranqüilo, não vou falar de karmas ou de castigos, quero apenas refletir através desses escritos sobre como viver é um lance repetitivo, até o momento em que nos damos conta que temos vivido os mesmos erros, que estamos preso num ciclo que se repete há vidas e nem nos damos conta disso.

Tudo a nossa volta nos conta a nossa historia e aponta para que o que deveríamos de fato fazer. Se ganhamos outra chance de aqui estarmos, não foi para nos perder nos mesmos vícios e caminhos que, ou destroem os outros ou destroem a gente, e ao invés de fazermos algo diferente, nos arriscarmos numa mudança, mantemos a mesma cara reencarnada que já foi reprovada em tantos outros exames.

É fácil sacar quais as matérias que fomos reprovados antes, sabe aquelas emoções desenfreadas, aqueles vícios destrutivos que repetimos, aquele descontrole perante as mesmas coisas. É claro, que Freud explica, que algum doutor vai te dizer que só acontece com você, pois lhe falta um enzima, alguma vitamina que causa esse efeito em você. Parabéns, basta tomar a medicina, e ser reprovado de novo, pois é fácil, culpar a enzima, o corpo, quando muitas das coisas que nos desviam de um boa caminhada nessa vida poderiam ser evitadas se tivéssemos a coragem de mudar as nossas atitudes, ao invés de acreditar que tudo ocorreu por causa da falta de vitamina.

O mundo tenta te lembrar o tempo inteiro do que é que você é feito, mas podemos sempre deixar para lá, para a segunda, para o terapeuta arrumar, para a própria vida te carregar.

Tomar as rédeas dessa encarnação, é se lembrar que é preciso se auto-avaliar para perceber que há coisas que são físicas e outras coisas se repetem, para que a gente possa fazer algo a respeito agora e não jogar embaixo do tapete do amanhã.

É claro, que se acredito em reencarnação, também acredito na obra perfeita do Divino que criou essa brincadeira das “muitas vidas” para nos ajudar a brilhar, e talvez seja parte do plano Divino, que volta e meia, alguém escreva um texto como esse para te lembrar:

“ Temos todo o tempo do mundo, mas que tal melhorar agora?
No começo, incomoda um pouquinho, mas depois, como disse o poeta, é só passarinhar...”

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply