sexta-feira, março 26, 2010

A BURCA

Proibir a burca!
Eis a solução
De quem se assusta
Com aquilo que não compreende,
Que não estuda,
Que não corresponde
Ao modelo de mundo
De quem se segura
Pelo fio da teia
Da segurança;

Segurança
De quem ainda precisa
Seguir um modelo,
Uma estrutura,
E se esquece
Que é a intolerância
Que explode
Os homens-Bombas;

A intolerância
É o dedo
Que aperta o gatilho,
É a capa da revista,
É a manchete do jornal
Que espanta,
Que provoca mais medo
E espalha mais intolerância;

E medo e intolerância
É uma triste combinação,
Que extermina as esperanças
De que cada um tenha
A sua própria forma de oração,
De pensamento,
E trabalhe
por conta própria
Esse sempre tão
Inevitável desejo,
Instinto
De ligação
Entre esse mundo que eu vejo
E o mundo oculto do coração.
Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply