sexta-feira, fevereiro 26, 2010

As mulheres estão mais difíceis

By Mauricio Santini
As mulheres estão mais difíceis... Isso é uma constatação. Com o advento da "libertinagem de expressão", seres femininos, que já eram confusas e quase indecifráveis, agora estão impossíveis de se traduzir.

É fácil beijá-las e até transar com elas. Sim, esta dificuldade ficou nos anos 50. A quase impossibilidade está em amá-las e ser amado por elas. Perderam a sensibilidade e colocaram uma capa protetora. São cada vez mais carentes e, desta forma, como apresentam a política atual da "tolerância zero", a defesa delas é atacar qualquer ser que tenha um membro (ou não..).

Não acreditam mais no amor. E se por acaso se rendem, querem fazê-lo ao amor bandido, ao impossível. Daí, quando a aposta não dá certo (e quase nunca dá certo mesmo - as pessoas se atraem por aquelas que gostam de bater, numa relação sadomasoquista), vestem a couraça e colocam todos no mesmo balaio.

As mulheres estão mais difíceis... Desconfiadas de tudo, de todos, até dos mais sinceros e leais. E como a essência delas é o carinho, é o afeto, o amor, desconsoladas aprenderam a se viciar. Bebem bem mais do que o costume, fumam muito e fazem o contrário daquilo que desejam. Sim, desejam verdadeiramente o amor, mas o rechaçam com as suas atitudes. Fica difícil amar uma concha que se fecha. Mesmo porquê ao abrir-se o faz de maneira desmedida e acaba dando de cara no muro.

As pessoas falam da sacanagem e da putaria que impera no mundo. Sim, é verdade. E isso poderia tornar as coisas mais fáceis, mas faz o efeito contrário! As mulheres são mais fáceis de abrirem suas pernas e mais difíceis de abrirem seus corações. Os homens que buscam o amor ficam à deriva. E um mundo de relações rasas passa a contar seus dias...

Elas me reclamam: - Agora os homens não querem nada com nada e a gente vai nessa onda!
E eles me narram: - Não dá pra ter coisa séria com mulher. Só tem vagaba!

Percebem? Ninguém quer nada com nada, mas existe uma raspa do tacho de luz! Há mulheres e homens, na própria acepção da palavra. Gente honrada e que vai ao encontro dos seus ideais. Gente que erra, mas se levanta e procura fazer valer suas virtudes.

E se você não quer morrer afogado nesta onda, basta não entrar nesse oceano de perdição. Se quer entrar então não reclame das ondas. Vá cada vez mais fundo até quando não der mais pé... E vou pro lindo lago do amor (Gonzaguinha).
Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply