terça-feira, dezembro 22, 2009

AO PÉ DO OUVIDO


ARRUMA A BAGUNÇA


Pára!
Arrume a mesa!
Dá conta da sua bagunça
Abandona
Tudo aquilo que
Te impede de
Usar efetivamente
As suas ferramentas de trabalho
Para de dar esmolas
A sua mediocridade
Para de sentir pena
De si mesmo
Quebra o espelho do coitado
E se arruma
Put yourself together, menino!
E vença!

****//\\****

PÉTALA POR PÉTALA

Que essa flor que desabrocha em minhas mãos
Possa virar um símbolo
Preciso;
E
Que avance pelo meu consciente,
Subconsciente
Inconsciente;
Até chegar no meu superconsciente;
E fazer desabrochar em mim
A flor do discernimento.


****//\\****

DESCONFIANÇA


Desconfio que estamos todos errados;
Depois que morremos
Deve haver algo
Além do nada absoluto,
Além do não há nada;

E ao meditar no tudo relativo
Torno-me beato do Riobaldo;
Acredito na terceira margem
E navego nesse rio;
Daí, percebo que só sou
Eu só comigo
Caraca!!!
Tive que criar uma religião de mim mesmo...
Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply