sexta-feira, novembro 06, 2009

CONFIO


Eu confio, Pai!
Desculpa se eu duvido;
É que às vezes me esqueço
Do que é sentido;
E fico confuso
Entre o que escuto
Com o coração;
E o que entra pela mente
E sai pelo ouvido.

Já sei sobre os mecanismos da lei
Que não adianta querer saber demais
Dos seus mistérios;
Basta para mim
Saber que há um Rei;
E que o seu Reinado se faz
Com amor nesse universo.

Eu confio, Pai!
Pois percebo a sua paciência
Com a minha teimosia;
E sei que na sua infinita sabedoria
O Senhor já sabia;
Que em nossa essência
Há a semente do despertar.

Essa semente plantada há tempos
Quando eu ainda era estrela
E sonhava ser gente
Mesmo sabendo que sendo homem
A gente se esquece que um dia foi estrela
E que voltaremos a brilhar
Quando a gente lembrar
Do eterno compromisso
De ser gente estrela
Nesse plano.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply