quarta-feira, julho 08, 2009

Grupo Jabuti-bumbá


Uma belissíma surpresa veio parar em minhas mãos, ontem a tarde. Recebi uma indicação musical para descobrir o grupo Jabuti-bumbá do Acre e para a minha alegria, não consigo parar de ouvir as canções desse grupo que alia o melhor da cultura do Acre aos ritmos brasileiros.

Descubram vocês também, essa belissíma jóia da música brasileira.
No Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=-E3U9b6CfsE

Frank

" Símbolo de resistência - por ter um casco grosso e viver em média 80 anos - o jabuti tem como inimigo declarado os destruidores da floresta. Por sua lentidão em se locomover é, junto como o bicho preguiça, uma das maiores vítimas das queimadas. No imaginário popular, povoa histórias como personagem vitorioso nos embates com a onça.

Nascido em meio a um encontro de cultura popular, e tendo como referência o Boi-bumbá do Maranhão, o grupo Jabuti-bumbá vem com toda essa vivência. Misto de sagrado e profano, o Jabuti-Bumbá se apresenta como crítica à devastação da floresta e como apanhado das manifestações culturais brasileiras e amazônicas, como a catira, cacuriá e a religião popular do Acre - o Santo Daime. Dos instrumentos musicais utilizados pelo Jabuti-Bumbá destacam-se a sanfona, zabumba, tambor e os maracás – instrumentos feitos de lata parecidos com choqualhos utilizadas nos hinários.

As coreografias e as músicas do Jabuti-Bumbá, que se baseiam em passos do bailado do Daime, são criadas e recriadas pelos próprios brincantes do jabuti a cada encontro. O grupo conta com quatro puxadores e trinta brincantes permanentes.

Organizado pelos Farias, tradicional família acreana de artistas, o Grupo Jabuti-Bumbá já se apresentou em diversos encontros de cultura popular pelo Brasil a fora e se prepara para se apresentar em outras feiras e festivais em 2007."


O jabuti bailou com o boi
Boi Bumba do Maranhão
Lá de onde o mestre veio
Pra uma divina missão
Jabuti pegou o boi
Amarrou e deu um nó
Com medo de tanto pasto
E da mata virar pó
(...)
Jabuti olhou pro boi
E antes do boi perguntar
Jabuti foi respondendo
Eu também sou um bumba
(...)
E no meu casco ninguém vai fazer farofa
Tá dado o recado jabuti e jabota

(letra de uma música do Jabuti-bumbá)




Fonte: http://www.overmundo.com.br/overblog/jabuti-bumba-do-acre

Um comentário:

Anônimo disse...

que legal gostei muito da orquestra


muito bom. gostei parabens

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply