sexta-feira, junho 12, 2009

TERRENO BALDIO


O que há escondido, enterrado no fundo da minha alma?

Será um elo perdido?

Ou um lago em calma?

Quais trabalhos ficaram inacabados?


Terei coragem de acender a lamparina e vasculhar o que está embaixo das teias desse quarto abandonado?

O que está coberto pelo tempo?

O que está escondido pelos traumas?

Terei coragem de limpar o terreno baldio que fica a beira daquele esgoto, onde jogo os dejetos das milhares de experiências que não dou a devida importância, mas que ficam,
e alteram
e modificam?

Por quanto tempo o meu corpo vai ficar bem, se a minha mente esconde a imagem das formas pensamentos que orbitam em minha aura?

Será melhor ignorar?

Melhor não...

Quer saber?

Mehor saber!

Melhor criar coragem para limpar.

Melhor aceitar que quanto mais alto voo, mas perceberei os lixos deixados no terreno baldio da minha alma.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply