quinta-feira, abril 30, 2009

FLORES MORTAS

Um dia eu cheguei em casa carregando flores mortas para presentear o meu amor; e mesmo vendo as pétalas murchas, meu amor sorriu e falou:

- Que presente lindo, deixa eu colocá-las na água, em um belo jarro. Elas estão com sede de bom trato.

E meu amor cuidou de cada flor, tratou cada pétala com carinho e amor. Curou cada uma delas e quando percebi, em cima da mesa, ao invés das flores mortas que dei, vi pétalas douradas. Percebendo o que fiz, abracei a minha amada e pedi desculpas pelo presente que lhe entreguei. Ela beijou-me com ternura e sussurrrou ao meu ouvido:

- Nem sempre presenteamos e recebemos flores belas de quem está por muito tempo ao nosso lado. Com o passar dos anos, nos acomodamos com quem está conosco, e nem percebemos que as flores que presenteamos estão murchas e suas pétalas estão secas de carinho, mas se cuidarmos e repararmos o que parece quebrado, artificaremos, transformaremos e renovaremos o olhar velho em um amor renascido, ainda mais belo.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply