sexta-feira, outubro 17, 2008

ERA UMA VEZ...UMA Polícia

Era uma vez um país onde a Polícia atirava na própria Polícia e a bandidagem ficava cada vez mais unida. Sem recursos do governo e sem mesmo dinheiro para pagar as contas, a Polícia fazia greve que durava semanas e a bandidagem sabida, se armava e aproveitava a fragilidade da Polícia, para continuar tomando terreno nos morros, nas periferias, nas portas das escolas e até mesmo nas delegacias, onde as contas eram pagas e o leite das crianças dos carcereiros estava em dia, com a graça do dinheiro que fluía do tráfico nosso de cada dia.

Era um país engraçado, onde a Polícia feria a própria Polícia e a bandidagem soltava fogos nas favelas, dançando a dança do quadrado; fazendo a festa, rindo a toa da Polícia atrapalhada que sem o devido preparo nem sabia lidar bem com o rapaz maluco que encarcerou a ex-namorada no ABC e a exibia pela janela.

País onde a população desprotegida não sabia se temia mais o bandido ou a própria Polícia. País que é lindo de morar, mas a cada dia que passa se torna cada vez mais perigoso de viver.


Imagem: http://ricardojacob.org/?p=75

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply