segunda-feira, setembro 01, 2008

SÍNDROME DE AMOR

Olho o menino inquieto, ele tem síndrome de amor. Quer conversar com todos, me manda beijos, é um encanto em flor. O sorriso é do tamanho do mundo, ressaltando os seus olhos arredondados. Seus braços se mexem rapidamente como se estivesse catando estrelas cadentes e colocando no bolso; como se estivesse pintando algum quadro que não pudéssemos ver, com seu pincel invisível.

A jornada de ônibus é uma festa para ele, enquanto todos reclamam do tráfego. O menino parece estar cantando alguma melodia que só existe em sua cabeça, uma canção que se quem tem preconceito ouvisse, saberia que é preciso compaixão, olhar para o que é diferente com respeito e amor no coração.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply