sábado, setembro 27, 2008

MEU AVÔ

Ontem, conversei por horas com o meu avô. Não falamos sobre as teorias de Freud e Jung, nem discutimos os Upanishadis; não falamos sobre os grandes mistérios do mundo, nem discutimos sobre as verdades "absolutas" das nossas diferentes idades.

Foi conversa banal, dessas conversas que a gente joga fora; papo fiado normal com quem amamos; e o interessante dessas relações que tecemos na vida não é o que aprendemos ou ensinamos com elas, e sim, o prazer autêntico de apenas estar com essas pessoas queridas e jogar peteca de amor em forma de conversa.

Um comentário:

realfree disse...

Bravo. Nice Blog.
Beautiful pictures.

Please visit my blog

http://bali-universe.blogspot.com

good luck

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply