terça-feira, agosto 19, 2008

DIVINA NATUREZA

Deus era o tudo, a Deusa era o nada.

Deus sentiu-se só, a Deusa quis ser acompanhada, então houve a suprema união e o tudo explodiu no nada no primeiro grande orgasmo cósmico.

O micro tornou-se macro, o macro passou a existir no micro.

Deus se expandiu em som dentro da Deusa, que ficou grávida e deu a luz ao universo, a matéria. Matéria e luz que evoluiram e tornaram-se o amor e a vida.

Vida se expandindo nas mais diferentes formas. Vida habitando em todos os lugares e em todos os planos, até formar esses fantásticos seres humanos, com suas qualidades e defeitos que brincam de deuses em seus leitos, e nem sequer imaginam que ao fazer amor estão seguindo os passos do criador.

Eis o segredo da divina natureza: não há Deus sem Deusa, assim como não há vida sem amor.

2 comentários:

Anônimo disse...

Afffff!!!! Ispiração extra nesse! Adorei! []'s Rico

Voadores

Anônimo disse...

PUBLICIDADE

Parabéns Frank....

em poucas palavras descreveu o universo...e ainda diz que não é poeta...
Só os poetas conseguem escrever uma história em poucas palavras...

beijos no coração.

Priscila
From Voadores

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply