sábado, julho 05, 2008

O ENCONTRO DO URSO E DA BEIJA-FLOR

"Muitos são os motivos pelos quais dois amigos se reencontram; nunca é por acaso"
Professor Coruja


Quando o Urso encontrou a Beija-flor, nenhum do dois notou que o Grande Pássaro aprontara de novo. O Corvo silenciou, o Grilo parou com o seu cantar, o Sapo de coaxar; nenhuma ave piou, quando no meio da festa da floresta, os dois amigos se abraçaram.

Que abraço gostoso é abraço de Beija-flor; tão desconcertado o Urso ficou, que esqueceu que estava lá para acompanhar a amiga Escorpião que desejava a sua trilha reencontrar. Porém, ele não podia adivinhar, que reencontraria a sua querida amiga das flores, das terras do Norte, dos vôos sob o mar assim, sob a terra assado. Sim, o Urso também sabia voar, e eles aprenderam juntos, há muito tempo, em uma época quando o Urso e a Beija-flor, formavam com outros bichos um grupo de caminhantes que estudavam a grande montanha ságrada da Águia. Um tempo onde todos os bichos eram iguais e não havia diferenças, intrigas, desavenças e intolerância no mundo animal.

Quando o Bufálo Branco iniciou sua festa na floresta, não percebeu que o baile já havia começado, bem antes do primeiro toque no tambor; quando o amor entre amigos novamente aflorou; e pensar que nenhum bicho achou que a amizade entre o Urso e a Beija-flor fosse durar, nem mesmo eles.

Namastê!

Frank Oliveira
04 de Julho 2008

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply